Sou uma pessoa Nespresso. Ou fui uma pessoa Nespresso?

0
5935

Está a passar actualmente um anúncio da Nespresso muito engraçado, em que o Clooney troca acidentalmente de mala com uma giraça. No anúncio, ela define a personalidade dele pelo tipo de café que ele tem na mala. E vice-versa. Eu sempre fiz uma brincadeira parecida: costumava dizer que havia dois tipos de pessoas: os Nespresso e os outros. E sempre me posicionei nos Nespresso. Eh pá, gosto daquilo. Foi amor à primeira vista – pelo design e originalidade das cápsulas. Foi amor à segunda vista, pela qualidade do café. Comprei a minha primeira máquina em 2005 ou 2006, já nem me lembro bem. Viciei-me naquilo ao ponto de ter chateado tanto um antigo director que, um dia, ele lá apareceu com uma máquina debaixo do braço, para a malta ficar animada (e desperta). Fui provando todas as edições especiais, umas melhores do que as outras, mas, ao contrário do George Clooney, em sou um homem Ristretto, e não um Decafeinatto, e por mais edições novas que cheguem, acabo sempre por voltar ao primeiro amor – a cápsula preta.

Há dias, vieram-me parar à mão os cafés de baunilha, chocolate e cereja. Adoro os três, mas já sei que daqui a uns dias lá voltarei eu ao meu Ristretto de sempre.

Ontem, de visita a uma certa e determinada loja de Lisboa (não vou dizer o nome para não dizerem que estou a fazer publicidade à loja da minha mulher – digo apenas que começa por um B e acaba em aazar Chiado) dei por mim a beber um cafezinho de cápsula, mas Delta. E aquilo é bom. Mas mesmo muito bom. Quando vou a cafés e restaurantes, gosto sempre que o café seja Delta, e acho mesmo que é do melhor que há no mundo inteiro. Mas agora em cápsulas sempre achei que teria um gostinho diferente, mais foleirito, mas não, é um Delta puro. Será que me estou a tornar uma pessoa “não Nespresso”?

1 Comentário

  1. Experimentem BICAFÉ que também é nacional. Tanto faz se a máquina é da Nespresso, ou Delta Q, ou Lavazza Point. Têm cápsulas óptimas e que também funcionam nessas máquinas. Já encontrei no El Corte Inglês e em vários Intermarchés.

  2. Ora bolas…

    Já no meu caso, em virtude da compra da casa nova e numa promoção do banco, acabaram por me oferecer uma Delta Qool. Eu já era um Dolce Gusto, mas sinceramente fiquei desiludido com o Delta em capsulas, até porque gosto muito de Delta.

    Há cerca de 2 meses, a máquina avariou-se e seria a minha oportunidade, para me manter Dolce Gusto ou mudar-me para Nespresso.

    Com este post, fico na dúvida, porque não fiquei mesmo nada convencido com as capsulas Delta Q.

  3. DELTA é nacional! E o que é nacional é bom!
    Temos de apostar naquilo que é nosso, porque bem precisamos. Porquê dar o dinheiro aos suiços, quando temos tão bom ou melhor em Portugal?? E mais barato 🙂 Boa arrumadinho!!

  4. Bela história a do anúncio. Há muitos anos atrás, após uma viagem de comboio, o meu avô chegou a casa com a amala trocada. Ao abrir verificou só ter paramentos de padre, podia celebrar missas com aquilo tudo. O Sr. Padre levou roupa suja que ele trazia depois de uns dias fora. Muito mais giro 🙂

  5. TRAIÇÃO!! LOL
    Eu ADORO os 3 novos cafés 🙂
    A minha Nespresso foi oferta do sogro (em 2008, salvo erro) e na altura não cabia em mim de contente, adorava.
    De há um ano para cá, "enjoei" 🙁 parece-me que sabem todos ao mesmo (uns mais fortes que outros) e só me satisfazem os Variations que vão aparecendo.
    Café, "mesmo", para mim é a bela da bica (Delta ou Nicola).
    Pancadas…

  6. Tenho que confessar que sou totalmente Delta!! Delta no café… Delta no chá!! Então o chá preto da Delta tira-me do sério!!
    Ainda que não me importasse que o Clooney me viesse servir o café.
    Também gosto de Nespresso, mas o café pelo qual suspiro logo que acordo é mesmo Delta.

  7. Uiii aqui em Espanha o café Delta é uma desilusão. Adaptaram o café aos gostos espanhóis e parece que o dito é torrefacto, ao contrário do nosso (ou vice versa, não me lembro). O que eu sei é que tenho uma Nespresso e depois de beber Milkas na Dolce Gusto de um amigo fiquei com pena de ter comprado a Nespresso. Muita parra e pouca uva.

  8. Acho muita piada às máquinas da Nespresso (há uns modelos lindos de morrer) e a comunicação da marca é fantástica. No entanto aquilo quando começou basicamente só se podiam comprar as cápsulas nas 'boutiques' ou pela net, e encomendar 50€ de café de uma vez é dose, por isso quando oferecemos uma máquina à minha mãe pelos anos dela optámos pela Dolce Gusto. Agora já há lojecas por todo o lado (pelo menos aqui por Lisboa), mas duvido que algum dia cheguem à ilha onde os meus pais moram, por isso foi de todo uma óptima opção!
    Gosto dos cafés, muito mais dos da própria marca do que daqueles da Sical ou da Buondi e sempre dá para fazer aquelas bebidas diferentes para variar de vez em quando (o Capucino Ice é qualquer coisa de fantástico!)
    Eu aqui por casa tenho uma do Pingo Doce, nada de extraordinário, mas dá para tirar uns cafézinhos quando a cabeça começa a tombar para cima dos livros =P

  9. comigo aconteceu o mesmo… adorava nespresso, mas ofereci aos meus pais uma delta há dois anos, pq o budget não permitia uma nespresso e eles vivem fora de lx e era complicado comprarem as capsulas nespresso etc… e… rendi me! adoro os cafés da delta! mas agora estou presa à minha nespresso que já não posso ver à frente…

  10. Caro André. Eu publico comentários discordantes, só não publico os que considero ofensivos, parvos ou que falam de coisas que não têm nada a ver com o que escrevi. O teu era apenas parvo. Já expliquei aqui várias vezes que falo e vou continuar a falar de marcas, sempre que me apetecer, para dizer bem, mal, aquilo que me apetecer, sem compromissos com ninguém. Felizmente, já tenho máquina Nespresso, já tenho Delta, tenho cápsulas com fartura, e não preciso que me ofereçam nada.

  11. Cá por casa somos Nespresso e Delta!!!

    Pessoalmente sou mais adepta do Roma…mas o descafeinado da Delta é bem melhor!!!Ah e o cafézinho da minha maquineta da delta sai sempre quentinho à primeira enquanto que na maquina da Nespresso só sai quentinho ao 3º café!!!

  12. Ó Arrumadinho, e eu achar que tu não eras do género de não publicar comentários menos elogiosos… Até fui educadinho e tudo, como a minha mãezinha me ensinou. Se é pelo "Anónimo", que não seja, o meu nome é André (só não gosto de partilhar a minha conta google). Vá lá, onde é quq está esse fairplay, hun?

  13. Sou uma mulher Delta desde que me conheço como mulher-que-bebe-café pelo que posso dizer-te, com conhecimento de causa, que não sabes o que andas a perder! a espuma no topo do café (analogia infeliz com cereja no topo do bolo) é ser português 😉

    ritab.

  14. O D.Clooney terá lá os seus adjectivos, a comunicação da marca é boa mas, definitivamente sou o que se pode chamar uma mulher Delta e apologista da criação de valor nacional!!
    Ainda bem que te agradou 😉

  15. Tenho delta há uns anos e estou tão farta, mas tão farta, do café que não imaginas. Nem sempre o café sai bem. Algumas vezes as cápsulas vêm vazias. Outras o café sabe a bagaço. E a qualidade não é, definitivamente, igual à das máquinas nespresso. Também confesso que não sou apreciadora do café delta: sical, nicola, buondi, segafredo e até bogani são mais a minha praia. E nespresso claro!

  16. O café Delta é bom, sim senhor, mas algo de estranho se passa no mundo Nabeiro… em cada caixa que comprada, uma ou outra cápsula vem vazia e é coisa para me andar a irritar! Enfim!

    Cá para mim, não és Nespresso nem Não-nespresso, és apenas e só um apreciador de café!

  17. ainda bem que alguém me compreende, qunado digo isso, normlamente sou atacado pelos defensores maníacos da Nestlé e a conversa nunca chega a lado nenhum que eles nunca se querem deixar vencer, não sei porquê …

  18. Eu estou definitivamente a tornar-me uma pessoa delta. Desde que provei que fiquei rendida, estou desesperadamente à espera que a minha nespresso se avarie sem hipótese de arranjo :)))

DEIXE UMA RESPOSTA