Porque é que eu acho que Jesus se vai dar mal no Sporting

57
8816

Não estou minimamente preocupado, desiludido, irritado, triste com a saída de Jorge Jesus do Benfica, nem com a ida de Jorge Jesus para o Sporting. Ninguém me vai ouvir chamar-lhe nomes, desejar-lhe a morte ou a assobiá-lo quando entrar na Luz. Jesus seguiu o caminho que achou que devia seguir, o Benfica vai seguir o caminho que tem vindo a seguir nos últimos anos, e vai voltar a vencer com outro treinador, disso não tenho dúvidas.

Sinceramente, acho que Jesus tem tudo para se dar mal no Sporting. Tudo mesmo. Em primeiro lugar, tem um feitio complicado e é demasiado vaidoso e egocêntrico. Um treinador com este perfil vai começar a chocar com Bruno de Carvalho desde o primeiro dia, e viu-se o que aconteceu com Marco Silva, que, de forma educada, pôs o presidente no lugar dele e acabou posto na rua depois de um trabalho de enorme qualidade e mérito que conseguiu nesta temporada. Bruno de Carvalho provou que não basta um treinador ter valor para treinar o Sporting. É preciso que baixe as orelhas quando o Presidente fala, que não tente colher méritos das vitórias porque esses são exclusivos de Bruno de Carvalho. Logo aqui, tenho a certeza que as coisas vão começar a dar para o torto.

Depois, temos o princípio orientador dos clubes. O Benfica de Vieira tem sido um clube que investe, que contrata, que vai buscar craques feitos (Saviola, Aimar, Júlio César, Ramires, Garay, Witsel, Sálvio, Jonas, Lima), é um clube que tem tido estofo financeiro para investimentos grandes, conseguindo depois vender jogadores por muitos milhões.

O Sporting é, historicamente, o oposto disto. Vai buscar a sua base à formação, investe nos seus próprios jogadores criados no clube, dá-lhes tempo para crescer e oportunidades na equipa principal, pagando muitas vezes o preço de competir contra rivais com equipas mais experientes e mais ricas.

Jorge Jesus tem provado em todos os clubes por onde tem passado que a formação, as equipas B, os juniores são coisas que lhe dizem pouco. Ele até pode estar atento aos jogadores mais jovens, até os pode observar e analisar, mas nunca lhes deu grandes oportunidades, nunca lhes deu tempo para crescer, nunca os pôs a jogar com a regularidade necessária para que eles se tornassem craques, coisa que o Sporting faz e tem de fazer porque não tem dinheiro para ir contratar fora. Muita gente gosta de lembrar o exemplo de André Gomes como sendo um jogador feito pelo Jesus e a prova de que, afinal, ele investe na formação. Não é verdade. André Gomes é um talento daqueles que aparecem muito de vez em quando, e a verdade é que não jogou assim tantas vezes como isso no Benfica. Jogava em competições menores — Taça da Liga, Taça de Portugal — e era suplente utilizado em alguns jogos do campeonato quando o Enzo precisava de descansar. Foi titular poucas vezes.

Depois temos muitos e muitos exemplos de jogadores com um potencial incrível para quem Jesus nunca olhou com verdadeiro interesse: João Cancelo, Bernardo Silva, Ivan Cavaleiro, João Teixeira, Gonçalo Guedes, Davidovich, Nuno Santos, Rebocho. Todos juntos, estes jogadores devem totalizar uns seis ou sete jogos pela equipa principal do Benfica. Se tanto. No Sporting, não tenho dúvidas de que muitos já seriam titulares indiscutíveis da equipa.

Agora como é que vai ser no Sporting? Jesus sabe que não há dinheiro para grandes contratações, sabe que tem um plantel decente mas com algumas limitações e não vai ter grandes opções. Vai contrariar os seus princípios e passar a ser um treinador que nunca foi, atento à formação? Então e se vai mudar de filosofia vai continuar a ganhar? Não me parece.

Já o disse muitas vezes, já o escrevi aqui: Jesus é dos melhores treinadores de sempre que já passaram pelo Benfica. Mas é-o numa das conjunturas mais favoráveis de sempre do clube, com um grande potencial financeiro, com equipas cheias de craques, plantéis fortíssimos. Mas, mesmo assim, Jesus conseguiu perder dois campeonatos seguidos para um FC Porto treinado pelo Vítor Pereira. O FC Porto, numa conjuntura que até nem era das mais favoráveis, foi tri-campeão num campeonato onde um super-Benfica tinha o Jorge Jesus. Ou seja, Jesus não é sinónimo de títulos e vitórias.

Não tenho dúvidas de que Jesus é um ótimo treinador e vai pôr o Sporting a jogar bem à bola. Mas isso também Marco Silva conseguiu. O que os sportinguistas querem é o título nacional e isso acho que é mais difícil conseguirem com Jesus do que o era com Marco Silva.

Agora vem o outro lado, o do Benfica e o de Rui Vitória, que ao que parece vai ser o novo treinador da equipa.

Não tenho uma opinião vincada sobre ele. Ainda não vi o suficiente para tirar conclusões. Acho que treinar o Paços de Ferreira ou o Guimarães é muito diferente de treinar o Benfica. Só depois de lá estar, de começarem os jogos a doer, lá para dezembro, janeiro poderei dizer qualquer coisa mais a sério sobre ele.

Agora, de uma coisa tenho a certeza: volto a poder pensar no Benfica como uma equipa em que os jogadores portugueses terão oportunidades, em que os jogadores da formação serão olhados como valores do clube que merecem ter tempo para crescer na equipa principal. Tenho a certeza que, agora, o Eliseu não vai jogar só porque sim, que não haverá teimosias como as de manter Roberto na baliza só porque sim ou Emerson à esquerda só porque sim. Com Rui Vitória, pelo menos, sei que Nélson Oliveira vai voltar a poder jogar, que Gonçalo Guedes vai aparecer mais vezes na equipa, que Ivan Cavaleiro vai ficar no plantel, que os muitos miúdos de grande valor da equipa B vão poder acreditar que os séniores só estão à distância do talento que têm.

Sou um benfiquista crente e otimista. Continuarei a ser. Os treinadores vão e vêm, o clube segue o seu caminho, um caminho de vitórias.

57 Comentários

  1. Concordo com grande parte da análise. No entanto, não faltam exemplos de “equipas caras” com resultados desastrosos. O SLB (e também o SCP) tem vários exemplos disso. O facto é que existe um SLB antes e depois de Jesus, naturalmente sem mérito exclusivo deste… Mas é um facto. Além disso conseguiu tirar grande rendimento de jogadores que não o tinham (ex Di Maria e Coentrão) e foi decisivo na afirmação de jogadores como Matic por exemplo (não vinha rotulado de estrela). Jesus consegue muitas vezes fazer de um jogador razoável um melhor jogador (ex Jardel ou mesmo Pizzi). Penso que seja isso que possa fazer no SCP, clube repleto de jogadores “qb”. Jesus construiu uma carreira “a pulso” e chegou ao SLB pelo que conseguiu fazer com equipas sem vedetas, parece-me.

  2. Eu só queria dizer que “o clube diferente” está farto de dar facadinhas nas costas do vizinho da Segunda Circular. Este só foi mais um dos exemplos.

  3. Sendo, ou não sendo, uma critica construtiva, começar com “Não estou minimamente preocupado, desiludido, irritado, triste com a saída de Jorge Jesus do Benfica, nem com a ida de Jorge Jesus para o Sporting.” é mentira…

  4. Nao leste as noticias antes de escrever?
    O ivan vai ser vendido.
    De resto pareceme bem apostar no guedes e nelson etc…

  5. Receio que a análise do Ricardo Araújo Pereira esteja mais próxima da verdade. Que a figura “abstracta” da estrutura sozinha não ganhe nada, porque já lá estava com Quique Flores e Camacho, e não deu grande resultado.
    O benfica ganhou graças a Jesus e não ao presidente ou SAD, ou estrutura. Agora, também defendo que se ganhou “tanto” (metade dos títulos são taças da liga, convenhamos que não é o mais extraordinário) foi porque também o deixaram estar mais tempo que aos outros, portanto o muito que ganhou também foi mais espaçado.

  6. Só para dizer que com a qualidade que há no plantel do Benfica o Nélson Oliveira não tem lugar… É bom mas para equipas de segunda linha, foi um produto feito pelos media, após um grande mundial de sub 20 da Colômbia, e tendo em conta que tem Mukhtar , e Johnatan Rodriguez duas grandes promessas dos seus países, e mais tarde Hidelberto Pereira, ficará dificil para o Nélson ficar no plantel. De resto concordo com tudo o que dizes , eu já tinha feito o mesmo no grupo de amigos.

  7. Boas noites, concordo com tudo excepto num ponto, apesar das boas épocas de JJ no Slb, acho que dois dos três campeonatos ganhos pelo Slb foram mais por demérito do FCP, Paulo Fonseca foi um grande flop, pois o trabalho conseguido no Paços foi todo mérito do Rui Victoria, esse sim, excelente treinador, e este ano o FCP nunca aproveitou os deslizes do Slb, aliado ao jogo do Dragão que o Slb ganhou com muita sorte.
    Saudações Portistas!

  8. Nem me dei ao trabalho de ler até ao fim…
    Costumavas ser uma pessoa ponderada em relação ao futebol mas, ultimamente, andas cá com um ressabiamento…

  9. Eu também acho; e mais:
    Vaticinado faz tempo, após a vitória no bi-campeonato:
    haveriam duas razões, objectivas, que poderiam fazer jj sair do Benfica:
    1) O SLB não querer renovar-lhe o contrato;
    2) Aparecer-lhe uma proposta financ€€€€eiramente irrecusável!…
    Ter-se-ão conjugado as duas; e o homem irá à sua vida!..
    Fará bem!?… – porventura a ter que procurar outros ares mais depressa do que possa supor; mas isso será uma outra e triste, e muito dramática ´estória´!…
    Quanto ao Glorioso, que venha um outro muito bom treinador e, de preferência, que tenha estatura e postura à dimensão do SLBenfica!
    (Que, quanto ao resto e como ´as coisas´ estão, hoje em dia, qualquer treinador arrisca-se a ser campeão se treinar o Benfica – como dizia noutros tempos o ´grande capitão´ Mário Wilson!)

  10. Eu também acho; e mais:
    Vaticinado faz tempo, após a vitória no bi-campeonato:
    haveriam duas razões, objectivas, que poderiam fazer jj sair do Benfica:
    1) O SLB não querer renovar-lhe o contrato;
    2) Aparecer-lhe uma proposta financ€€€€eiramente irrecusável!…
    Ter-se-ão conjugado as duas; e o homem irá à sua vida!..
    Fará bem!?… – porventura a ter que procurar outros ares mais depressa do que possa supor; mas isso será uma outra e triste, e muito dramática ´estória´!…
    Quanto ao Glorioso, que venha um outro muito bom treinador e, de preferência, que tenha estatura e postura à dimensão do SLBenfica!
    (Que, quanto ao resto e como ´as coisas´ estão, hoje em dia, qualquer treinador arrisca-se a ser campeão se treinar o Benfica – como dizia noutros tempos o ´grande capitão´ Mário Wilson!)

  11. Não me diga que é o senhor desempregado de Barcelos que já não dorme desde que soube da notícia e que está com uma rotura de ligamentos profunda!

  12. Finalmente alguém a dizer que Jorge Jesus não é o melhor treinador do mundo.
    Até portistas gostam de gabar Jorge Jesus. Eu pessoalmente não acho que tenha feito nada de especial, com o plantel que teve disponível, a conjuntura favorável e a estrutura alinhada tinha obrigação de ter conseguido melhores resultados. Não é que um treinador se meça apenas pelos títulos conquistados, mas mede-se pela capacidade de gestão de recursos, neste caso jogadores, e pela capacidade de gestão da pressão, o que Jorge Jesus nem sempre soube fazer.
    Também não gosto nada da sua personalidade e por isso fico feliz que tenha ido para o Sporting e não para o FCP, não gostaria de o ver no Porto.
    Também acho que a sua ida para o Sporting não vai resultar, mas será interessante assistir à luta de egos entre o Jorge Jesus e Bruno de Carvalho.

  13. Só tu para me por a ler conteúdos sobre futebol.
    Um texto imparcial e muito racional.
    Isto é que é profissionalismo.

  14. Uma das coisas que mais me irrita no mundo do futebol, é que a malta não comenta apenas as situações das suas equipas, e adooooora escarafunchar na equipa alheia. Em vez de estarem preocupados com o JJ no Sporting, os benfiquistas deveriam estar preocupados em arranjar um bom treinador para o seu clube. Muitos sportinguistas consideram que o JJ não é o melhor treinador para o seu clube, pelas razões que o Arrumadinho tão bem enunciou, mas, mesmo que assim não fosse, os benfiquistas nunca iriam dizer que o JJ era uma boa aposta para o Sporting. Porque estão demasiado aziados com isto tudo. E esta é a verdade. Se fosse outro teinador qualquer a ter sido escolhido para o Sporting, de certeza que não se iria ver tanto benfiquista preocupado em comentar a nova aquisição do clube de Alvalade. As pessoas passam de bestiais a bestas e vice versa, neste mundo do futebol, em três tempos, por isso, deixem lá a água correr e daqui a uns meses voltamos todos a falar sobre isto. Pode ser até que o JJ se venha a revelar um óptimo treinador no Sporting, e pode ainda também ser que o Benfica venha a ficar mais bem servido com outro treinador qualquer!

  15. Boa análise ao caso Jesus de um Benfiquista doente 🙂

    Como portista e leitor assiduo deste blog, concordo plenamente com esta visão.

    Jesus vai potenciar João Mario e William, vai fazer outros jogadores terem rendimentos que não estamos habituados a ver, mas a partir deste momento deixa de existir Alcochete.

    Acrescento um ponto ao teu texto, para o ano voltamos a ter um campeonato a 3 coisa que já não existe a muitos anos, pois Sporting com Jesus sobe um nivel apesar de na minha opiniao Porto e Benfica continuarem na frente da corrida

  16. Estas tão desiludido que te deste ao trabalho de fazer este post, tipo aqueles que escrevem 100 vezes no quadro “eu não sou maluco…”, nem imaginas a quantidade de amigos meus no facebook que nem publicam nada resolveram agora publicar cenas do género : não estou nada triste pelo JJ sair, não estou nada desiludido ; etc etc…
    Se não tivessem “tocados” nem se davam ao trabalho de dizer o que quer que seja essa é que é a verdade. Ainda falam da ingratidão do homem…tristes

  17. Como Sportinguista que sou, espero que se engane, mas compreendo e concordo com muitos pontos na sua análise.
    Não achei o Marco Silva nada de especial, sinceramente, e já o dizia há bastante tempo.
    Sobre o Jesus, não gostando da pessoa, dou-lhe valor como treinador. Mas, como diz e bem, o contexto é totalmente diferente.

    Uma coisa lhe garanto: preferia o Leonardo Jardim ao JJ e ao MS, seguramente!

  18. Excelente! Concordo totalmente! 😀

    Eu não fiquei minimamente irritada por ele ir para o Sporting. Não me importo.
    Na verdade, eu desejava a saída do Jesus. Por mais que tenha de admitir que possa ter sido dos melhores que pela Luz passaram, o homem a mim irrita-me.
    Como tão bem disseste “Em primeiro lugar, tem um feitio complicado e é demasiado vaidoso e egocêntrico.” Acho que lhe criei um ódio de estimação qualquer – por mais vitorias que tenha, eventualmente, trazido ao Glorioso…

    Acredito que não é o treinador que faz um clube, e muito menos o Jesus que fez o Benfica.
    Olho para a saída do Jesus com satisfação e com a certeza de que no próximo ano, irei ter muitas vitorias para festejar.

  19. Justo. Obrigado pelos esclarecimentos. Não concordo com a maioria, mas vou só referir-me ao que acho mais demagógico, que é fazer uma comparação entre os piores jogadores da pior fase do Benfica com os melhores das últimas 6 épocas.

    Tirando os anos de quase falência, desde quando é que o Benfica não deu condições aos seus treinadores? Lembro-me de LFV falar em “equipa maravilha” quando contratou Simão, Zahovic e outros que tais. Lembras-te?

    Sempre investiu, sempre teve equipa para, pelo menos, ficar largamente à frente do Sporting – a equipa dos remendados – e discutir a sério o título com o Porto. Na maioria dos casos, antes de Jesus, nem uma coisa nem outra.

    Só um último ponto, que me parece muito evidente, mas que há quem queira apagar – não achas que muitos dos supostos craques a que te referes só o foram porque cresceram com Jesus? Não achas que ele é capaz (como poucos e isso é o que o distingue) de tirar o melhor de cada jogador?

    É que hoje é muito fácil dizer que Jesus teve Coentrão ou Matic. Mas, se calhar, Coentrão ou Matic, sem Jesus, não seriam os mesmos. Isto aplica-se a muitos outros, desde Enzo (era um extremo interessante, passou a ser um monstro no meio-campo) a Luisão (um central com qualidades banais, que se tornou a referência da incrível organização defensiva do Benfica). Por alguma razão, os jogadores, quando se referem a Jesus, não dizem as banalidades do costume. Ainda hoje li que Jonas disse o que muitos já disseram: “com Jesus, passei a ver o futebol de outra forma”.

    ps: acho que te enganas em relação a Vítor Pereira, mas o futuro o dirá. Aliás, acredito que ele ou MS são as únicas opções credíveis para futuro treinador do Benfica. Rui Vitória é fogo de vista e, como já se viu, vai acabar por não ir. Sorte a vossa, visto que tem o perfil de treinador de equipa pequena (bloco baixo, contra-ataque, cruzamentos) e duvido que desse certo. Mas é uma opinião.

  20. Concordo com algumas coisa, mas é uma opinião um pouco ao sabor do Benfica. Um pouco tendencioso para ser mais claro.
    Não sou da opinião da mudança, mas dou o benefício da dúvida. Tem tudo um seguimento. Primeiro foi o Jesualdo Ferreira que acabou bem a época e tal e era a opção certa e o Bruno de Carvalho isto é aquilo. Foi buscar o Leonardo Jardim (+ um grande trabalho) e quando foi embora, aí aí que agora já não havia treinador para o Sporting. Vai buscar o Marco Silva e já era o que todos queriam (por mim também não saia) e agora já é o melhor e vai correr tudo mal e tal… E se o Jesus vai para o Sporting, teremos que perceber que… O futebol também é isto. O Benfica não acaba e o Sporting também não. A ver vamos. Só no final da época é que podemos avaliar as decisões. E na minha opinião, podemos esquecer a palavra gratidão, isso não funciona. Quantos jogadores e treinadores já não foram supostamente ingratos pelos clubes? E quanto clubes já não foram pelos jogadores e treinadores? No futebol tudo pode acontecer

  21. O SLB apostou na formação? Quando em 80 ou 90 só se for? Neste século não deve ter sido de certeza! Nem com JJ nem antes dele! O SLB já é há muito tempo um clube de passagem para jogadores sul-americanos.

  22. O Sporting tem dinheiro, existe investidores e até já ganhou 3.2 milhoes na bolsa com a entrada de jesus. OS treinadores vivem de projectos e o Jesus já conquistou tudo o que tinha para conquistar no benfica, agora o sporting é um projecto novo existe dinheiro para contratações, não tenho dúvida nenhuma que o jesus irá trazer muita qualidade ao sporting e até ganhar títulos porque simplesmente tem um expoencial conhecimento a nivel de futebol portugues acima de tudo. Mas só se pode ver no fina, enquanto a relaçao entre o presidente também me deixa um pouco indeciso, mas tem que se esperar para ver. Acho que arriscou e a vida é feita de riscos e dificuldades.

  23. Isto de ter lugar cativo é outra coisa ahahah . Grande comentário, bom olho para o futebol. Isto de ver as coisas simples e criticar é fácil mas ter olho para a bola e ver as coisas que os outros não querem ver e está a vista é outra coisa. Força continua. Abraço

  24. O texto é muito bom e, na sua essência, verdadeiro. Há que ter em conta, contudo, que o Benfica, contrariamente ao SCP, é um clube demasiado grande para ficar à espera que os nossos talentos lusos dêem cartas e conquistem títulos. E o que muitas vezes valem no nosso futebol não é sinónimo de boas prestações nas competições europeias.
    Quem vier, vem para um Clube grande e que continuar a ser grande! As pessoas não fazem o Clube…com excepção do Eusébio.

  25. Isso é tudo muito bonito, mas se não fosse Jesus o Benfica continuaria na penúria.
    Esquecem-se que levaram anos sem conseguir cheirar sequer o 2ºlugar de acesso à Champions na altura, e agora provavelmente é o que irá acontecer.
    Se Bruno de Carvalho tem investidores capazes de pagar a Jorge Jesus este dinheiro todo, com certeza que terá dinheiro para ir buscar jogadores de topo para aumentar a credibilidade do plantel.

  26. Olá. Passo a responder ponto a ponto.

    1) Quando eu digo que os jogadores jovens tiveram poucas oportunidades não estou a dizer que deviam ser titulares ou jogar sempre. Isso não é ter oportunidades, isso é serem titulares e não foi isso que eu escrevi que deveria acontecer. Acho, sim, que nestes anos, houve dezenas, centenas de momentos de jogo em que Jesus poderia ter convocado miúdos talentosos e de futuro e lançá-los em jogos resolvidos desde a primeira parte. Com a equipa a ganhar 3-0 em casa ao Moreirense aos 45 minutos seria perfeitamente razoável retirar o Gaitán e lançar o Cavaleiro, ou retirar o Matic e lançar o André Almeida, ou retirar o Enzo e dar minutos ao Bernardo Silva. Isso é que é dar oportunidades, fazê-los crescer. Quando falei em jogadores da formação não quis dizer portugueses, quis dizer jogadores da formação – e até falei de um polaco, o Davidovich.

    2) Estamos de acordo, e falei disso no texto. O Sporting é um clube que promove a jogadores da formação a titulares e não vence. Não acho que isso seja “apostar na formação”, isso é não ter alternativa. O que acho que seja apostar na formação é o que referi no exemplo acima – ir dando minutos aos miúdos em jogos resolvidos e dar-lhes tempo para crescerem a jogar na equipa principal sem comprometer resultados.

    3) Não acho que o Vítor Pereira seja um treinador brilhante, acho até que é bastante inferior ao Jesus em muitos aspetos. Digo isso com base na qualidade de jogo que o FC Porto apresentou nos anos em que foi treinado por ele, mesmo não tendo perdido muitos jogos e tendo sido bi-campeão. Não me parece que esta seja uma opinião muito minha — é, aliás, opinião generalizada e até de grande parte dos adeptos do FC Porto, que o quiserem ver pelas costas.

    4) Tal como referi no texto, o Jesus encontrou uma da conjunturas mais favoráveis de sempre no Benfica. E triunfou. Não sempre, mas triunfou. Ser campeão num Benfica com Garay, Matic, Enzo, Gaitán, Sálvio, Witsel, Di Maria, David Luiz, Rodrigo, Saviola, Aimar, entre tantos outros, é infinitamente mais fácil do que ganhar num Benfica com Martin Pringle, Nelo, Tavares, Uribe, Argel, João Manuel Pinto, Paulo Pereira, Luis Carlos ou Michael Thomas. Não tenho memória curta. Tenho, até, muito boa memória para coisas de bola. O FC Porto vive, há 30 anos, uma conjuntura favorável. Ganhou cinco títulos seguidos com três treinadores diferentes. Eles foram, outros vieram e o clube seguiu caminhando e vencendo. É nessa conjuntura que, acredito, o Benfica está. Por isso, não acho que o Benfica vença só porque tem Jesus, acho que venceu e vai continuar a vencer porque toda a estrutura do futebol profissional é outra, está sólida, bem montada e quem vier terá todas as condições para triunfar.

    5) Concordamos com tudo. Não acho que devamos avaliar um treinador só pelos títulos. Se assim fosse, Mourinho nunca teria ido para o FC Porto – porque antes disso nada ganhou. Jesus nunca teria ido para o Benfica, porque antes nada ganhou. Marco Silva nunca teria ido para o Sporting, porque antes nada ganhou. Os treinadores devem avaliar-se por muitos outros fatores que não os títulos. Escrevi aqui tudo o que disseste sobre o minuto 92, sobre o jogo com Chelsea e claro que sei que poderíamos ter ganho ao Sevilha.

    Quanto à unanimidade que sentiste nos comentários também me parece natural. Não me parece que tenha uma opinião assim tão diferente da de muita gente. E ainda bem.

  27. não adianta o rui vitória pôr a jogar os da formação só porque sim. acho que esta aposta de jesus, em craques amadurecidos, ou a amadurecer – apesar das derrotas na praia em várias competições – foi acertada. não sei se rui vitória será melhor por apostar mais – se é que assim será – nos jovens. de resto, concordo com o post. jesus é um problema para o sporting, o sporting será um problema para jesus e o benfica terá de enfrentar problemas de adaptação a rui vitória.

  28. Como sportinguista concordo por inteiro com tudo o que escreveu. Acho que a coisa a dar-se, não vai correr bem mas enfim, fica sempre a esperança. Talvez Jesus queira um novo desafio ou em linguagem futebolística “mudar de paradigma”. Mas das duas uma, ou o Sporting vai mudar e muito e levar uma injecção brutal de capital para Jesus manter o seu estilo, ou vamos ver um Jesus diferente, o que será muito mas muito difícil mas não impossível…
    SL

  29. Já vi que tens admiradores ferrenhos e muitos elogios a mais uma crónica (há até quem se refira a “factos”), mas eu fiquei com tantas dúvidas…

    1) achas que o Jesus embirra com as camadas jovens, é isso? Se tivesses no plantel Gaitán, Markovic e Salvio, jogavas com Ivan Cavaleiro porque é português? Se a resposta é sim, está tudo dito.

    2) A prova de que isso seria espectacular é que o Sporting está há anos a jogar com uma média de 7/8 titulares portugueses, sendo que a maioria vem da formação (que até tem “sacado” talentos bem maiores que a do Benfica). Títulos? É o que se sabe. Então é isso que querias para o teu clube? Ou achas que é igual jogar com Jonas ou Nelson Oliveira? Que é igual jogar com Gaitán ou Ivan? Que é igual jogar com Matic ou André Almeida a trinco?

    3) “Jesus conseguiu perder dois campeonatos seguidos para um FC Porto treinado pelo Vítor Pereira.” Esta parte é muito boa – a raivazinha aí latente no “conseguiu perder”. O Jesus perde um desses campeonatos numa bola aos 90+2, que tanto podia ter entrado como ter ido para fora. Se o Kelvin tivesse tropeçado, o Jesus já era muita bom? E o que significa “um FC Porto treinado pelo Vítor Pereira”? Ele é mau? Dizes isso com base em quê? Nos resultados não pode ser, por isso fica a dúvida. No modelo de jogo?

    4) “Os treinadores vão e vêm, o clube segue o seu caminho, um caminho de vitórias.” Esta ainda é a melhor parte. Realmente, antes de Jesus, e durante mais de 15 anos, muitos treinadores foram e vieram e o caminho do Benfica seguiu. Pena que esse caminho não tenha tido nada a ver com vitórias. Não sei onde é que estavas nessa altura ou se a memória já te falha. Queres a lista de treinadores que foram e vieram?

    5) Podes ficar na tua, mas não achas que não se deve avaliar um treinador só pelos títulos (e, mesmo assim, Jesus não ganhou poucos)? Não achas que há imponderáveis que um treinador não controla? Não achas que o Jesus podia ter ganho a final com o Sevilha (até a do Chelsea) e não ser nem melhor nem pior treinador por isso? Os treinadores avaliam-se pela capacidade que têm de tirar o melhor de cada jogador, de pôr a equipa a defender bem e a atacar igualmente bem. Isso não significa que ganhem sempre, como deves saber. Experimenta pôr o Mourinho a treinar o Arouca e vais ver se eles são campeões.

    Como sabes, a tua análise (e qualquer outra), daria para muita conversa, mas faz-me confusão que haja logo um coro de aplausos a uma opinião tão igual a tantas outras e que não, não tem muitos factos.

    Cumprimentos,

    ps: como retaliação, pode ser que fiques com o Nani e aí, com mais atenção, percebas o jogador que ele é.

  30. Vai ser interessante acompanhar a relação JJ e BdC… sem dúvida… tudo o resto estou de acordo contigo. Acrescentaria ainda que o JJ aos 45 anos (idade do Rui Vitória) apenas tinha treinado o Amora e o Felgueiras…

  31. Excelente comentário, subscrevo quase na totalidade, tenho apenas dúvidas que um outro treinador (queira e mantenha) este modelo de jogo já bem assimilado e consolidado e que era o garante ( na maior parte dos jogos ) de bom futebol e vitórias.

  32. Exacto.

    Acresce que no modelo de jogo de Jorge Jesus, até André Almeida consegue ser bicampeão jogando, e Jardel e Eliseu titulares na defesa.
    E, vendo no que se tornou Matic, até tenho medo do que fará com William Carvalho.

  33. Estou de total acordo (mesmo não percebendo muito de futebol e sendo uma benfiquista). Tenho amor ao meu clube e não ao treinador em si. A equipa faz o clube.

  34. O problema é que se o Nelson Oliveira e o Ivan cavaleiro forem opções regulares o Benfica não é campeão. Como não teria sido se o Enzo desse mais vezes lugar ao André Gomes na época passada (ainda que o André venha a ser melhor que ele)

  35. adoro a maneira como olhas e comentas os diversos assuntos porque tens uma racionalidade e um olhar fora do plano que muitos não têm. nem tudo é preto e branco, nem tudo é bom ou mau e as circunstâncias também têm o seu papel. adoro que não sejas daqueles que chamam isto e aquilo por o seu ex-treinador ter ido de malas e bagagens por o clube rival. admiro a tua maturidade. que seja um boa época para todos os clubes. continua com o bom trabalho. beijinhos.

  36. Eu vou-me rir quando o Jesus der um soco ao Bruno de Carvalho. Não sei como esses dois super-egos se vão entender.

    O Vieira devia ir buscar o Nani e o Marco Silva, como retaliação.

  37. Porque é que eu acho que Jesus se vai dar mal no Sporting

    Porque não há colinho!
    E olha, o sporting não tem dinheiro para comprar jogadores, mas parece que os investidores angolanos têm, e são eles que estão por detrás desta troca.

  38. Concordo com a tua análise que praticamente bate certo com o modo de pensar que partilhei no blogue.

    Acrescento que tenho a ideia de que o Sporting (não Bruno de Carvalho mas o clube) vai pagar um preço muito alto por simplesmente não olhar a meios para ter o treinador que acredita ser sinónimo de sucesso imediato (algo que poderá não acontecer).

    Acrescento também que Rui Vitória (também gostava de Marco Silva) é um homem que sabe o que é o Benfica. Foi treinador das camadas jovens (juniores), o que lhe permite saber o funcionamento do clube. Daí seguiu para o Fátima, que era a nossa equipa B da altura e onde eram colocados os jovens jogadores. E daí foi sempre a subir.

    Para quem quer saber mais sobre ele, atentem aos últimos anos do Guimarães e recomendo uma entrevista recente ao jornal A Bola onde foi abordado aquilo que mudou no Guimarães.

    Abraço
    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot

  39. É isso mesmo! Gostei do que li! Alguém verdadeiramente atento ao futebol e com conhecimento sobre o mesmo (ao contrário de mim), que saiba analisar a situação sustentando-a com factos. Bom post Ricardo!
    🙂

  40. Finalmente uma critica construtiva. O homem segue a sua vida, abraçou um novo desafio (bem grande por sinal) e o benfica segue também a sua vidinha. Ninguém morre

DEIXE UMA RESPOSTA