O sexo é o peixe cozido das relações

0
7988

Dizia alguém nos comentários ao post sobre o sexo e as tarefas domésticas que para as mulheres os preliminares começam de manhã. E que elas valorizam muito mais um homem que ajuda em casa, e depois tendem a retribuir com sexo. Eu entendo a ideia, mas acho é que o princípio da coisa está completamente errado, até porque essa é uma das coisas que me fazem mais confusão.

Passo a explicar.

Muitas mulheres vêem o sexo como uma forma de retribuição, como um favor, uma obrigação conjugal, quase como se fosse mais uma tarefa caseira, num patamar idêntico a passar a ferro ou preparar o jantar. E é isso que me faz espécie. E só me faz espécie porque essas mulheres só pensam assim quando vivem numa relação confortável e estável. Quando andam “out there” são umas atrevidas, umas feras da sensualidade e do erotismo. Quando apanham um homem na cama dão tudo, fazem tudo, são umas loucas. Parece mesmo que gostam de sexo e tudo. Eu digo parece, porque eu não acredito que gostem, já que mal a relação estabiliza, e ao fim de pouco tempo, o sexo passa a à categoria obrigação doméstica.

Se eu gosto muito de bifes com batatas fritas, tenho prazer em comer bifes com batatas fritas, e quando sei que posso comer bife com batatas fritas não me ponho a pensar: “Eh pá, que seca, vou ter de comer bifes com batatas fritas”. Não. Fico contente. Anseio pelo momento da chegada do bife. Com o peixe cozido é diferente. Posso estar um ano sem comer peixe cozido, que mesmo assim tenho a certeza de que quando chegar o momento a refeição será aborrecida. E se eu puder adiar o momento, adio o mais possível. É por isso que eu acho que para muitas de vocês o sexo é o peixe cozido das relações.

A esta hora imagino que já haja por aí senhoras a espumar pela boca de raiva e a dizer que “os homens são iguaaaaaais” e “também não se esforçam para naaaaada”, e isso até pode ser verdade para uma série de coisas, não em relação ao sexo. Haverá alguns mais acomodados, principalmente em relações muito longas, mas verdade seja dita, neste assunto, e salvo algumas excepções, as mulheres são muito piores do que nós.

Claro que há aqui uma questão de temporalidade que não pode nem deve ser esquecida. Uma coisa são relações de seis meses, um ano, outra são relações de 10 ou mais anos. Tendencialmente, é normal que nas relações longas as necessidades sexuais diminuam. E isso acontece de parte a parte (mas sempre mais do lado das mulheres, com algumas excepções). É uma coisa natural. Mas que mesmo assim deve ser contrariada. Porque, acreditem, o sexo é como um bichinho que vive dentro de nós: um dia parece adormecido, mas de repente pode ser despertado. Agora o que pergunto é: querem ser vocês a despertá-lo ou preferem que seja outra sonsa qualquer? Hum?

1 Comentário

  1. 'Alguém', preciso da tua ajuda.
    Eu estou numa relação há 8 anos com a minha pessoa especial, que amo muito e sei que me ama mais que tudo, mas enquanto nos primeiros anos o sexo era louco, frenético, frequente e abundante, a partir de dada altura passou a ser o peixe cozido, eu tenho a mesma genica, vontade, tesão todos os dias, ela acede e cede à minha vontade várias vezes por semana mas desde há anos que sinto que de todas as vezes é um favor que me faz. Não é por eu não 'ajudar' em casa porque dividimos as tarefas domésticas e temos empregada todos os dias, não é por falta de preliminares porque se os há é porque eu os faço. Posso dar-lhe um banho com aquelas espumas excelentes da 'Rituals', fazer uma massagem nas costas, passar-lhe hidratante (e as mãozinhas) pelo corpo todo, eu fico excitado até não poder mais e ainda assim ela não se liga, faz, deixa que a minha língua lhe acenda o desejo mas faz porque me quer fazer esse favor, porque sabe que eu sinto falta. Deixei de saber onde está o botãozinho que diz 'on'. Não me lembro da última vez em que ela tomou a iniciativa, aquela mulher no inicio atacava-me com força e agora, depois da língua ir lá acender-lhe as lamparinas todas quer e gosta (ou pelo menos diz-me que gosta) e durante a coisa vejo-a louca, sim vejo, e tento inventar coisas novas, fazer diferente…

    Até há um ano atrás eu não notava que havia mais mulheres bonitas no mundo, nem sequer reparava, mas há uns meses comecei a reparar nas outras mulheres, que por vezes deixam escapar um sorriso na minha direcção, ou olham fixamente… e eu, sinto mais desejo num olhar de uma dessas sonsas do que sinto desde há muito em casa.

    'Alguém', a ti, para quem o sexo com o marido de 15 anos é entediante mas apareceu um sonso que te despertou o bichinho do sexo, diz-me, o quê que ele faz diferente? Porquê que com o marido é uma obrigação e com o sonso é algo que queres mais e mais, ele é mesmo diferente? Ou é apenas o facto de ser novo que o faz diferente?… eu não quero ceder ao sorriso ou ao olhar sedutor de uma sonsa (e olha que as há bem bonitas… caramba, porquê que as sonsas são tão adoráveis?), nem quero que um sonso desperte o bicho da minha pequena. O que falta ao marido que o sonso tem?

    Eu.

  2. Olá!
    O seu post é interessante, aliás como o blog parabéns, nao me leve a mal se lhe disser q sou leitora recente.
    Deu-me q pensar, não lhe dou a razão toda mas dou-lhe alguma.
    No entanto vou-lhe expor um caso. Imagine-se mulher,com um trabalho fora de casa, com um problema de saude q lhe agrava o seu dia a dia e a sua disposição e energia para as tarefas diárias, profissionais e domésticas. imagine que o seu companheiro é dos tais que levanta o prato não digo uma vez por ano mas…vá uma vez por mes…ou seja ajuda mas pouco ou não tanto como deveria ajudar visto trabalharem os dois fora e já q tem o tal problema….acha que teria disposição, no final do dia para ter sexo? pense lá duas vezes…pense lá bem….às vezes até apetece mas está tão cansada….e ás vezes até tem dores….e apetece-lhe é enroscar-se e ser deixada em paz…o que eu quero dizer é que, por favor não generalize demasiado….porque as mulheres são como os homens….não são todas iguais….ninguém é igual…
    Obrigada.

  3. o senhor que escreve isto tem muita razão no que diz e mais bonito ainda é ver os comentários das ressabiadas todas que acham que o peixe cozido é que é! sexo é bom meninas, se não fossem umas mal f*didas se calhar gostavam 😀

  4. Ao peixe há que não o cozer durante muito tempo para ficar suculento, em água com bastante sal e algumas especiarias. Depois realça-lo, no prato, com um bom azeite, umas gotinhas de vinagre de qualidade ou de limão e acrescentar uma pitada de pimenta preta, moída na altura.
    Acompanhado com vegetais cozidos, à preferência de quem o vai comer, não há bife que lhe chegue aos calcanhares.
    😉

  5. Só para repetir o ponto que: as mulheres gostam de sexo, mas o cansaco é o maior TURN OFF para qualquer noite escaldante. Por isso é que se os homens dividem tarefas ou juntos contractam uma empregada, há muito mais vontade…

  6. Eu sinceramente acho que a questão se reconduz mais à velha história de Marte e Vénus. Se a mulher deixou de responder tão bem ao sexo é porque lhe faltam outros estímulos (que ao homem nem lhe passa pela cabeça que possa estar aí a resposta): emocionais ou psicológicos. Para a mulher, se a relação estiver bem, há sexo, muito. Para o homem, se há sexo, a relação está bem.

  7. Penso que não percebeste muito bem o princípio desse artigo. Tendo em conta que a mulher, apesar de tudo, continua a ter uma maior contribuição para as tarefas domésticas, trabalhando a tempo inteiro, muitas vezes com filhos, etc., quando as tarefas são partilhadas, há mais disponibilidade (física e mental) para relaxar e ter sexo.
    Porque lá está, enquanto que no início qualquer hora é boa e qualquer lugar é óptimo, com o chegar da "realidade", o passar dos anos, a rotina, a exigência e o stress da sociedade actual é normal que se precise de mais disponibilidade, as coisas deixam de funcionar com um botão on-off. Resumindo: NÃO é uma troca (ex. se lavares a loiça, faço isto, se mudares os lençóis faço tmb aquilo), mas sim o facto de tarefas partilhadas gerarem maior disponibilidade e harmonia para o casal! 🙂
    Beatriz

  8. Ai caraças, a parte final é fantástica! Sim, tem razão: querem , ou preferem que venha outra? Um bom ponto de vista sim senhor.

    Fazem uma dupla fantástica: O A e a P!

  9. Ora vamos lá esclarecer algumas coisas:
    – As mulheres gostam de sexo (e gostam muito) MAS só se for BOMMM!!
    – Comer sempre bife com batata frita só enjoa se for sempre da mesma maneira, existem várias maneiras de cozinhar ou condimentar o bife a as batatas
    – O sexo (tanto para os homens como para as mulheres) é como um bichinho que vive dentro de nós: um dia parece adormecido, mas de repente pode ser despertado.
    Logo, as mulheres quando andam "out there" são umas atrevidas e malucas (porque gostam de sexo, tal como os homens) e isso só muda numa relação de muitos anos porque ambos entram na rotina e nada fazem para que haja mudanças (ou seja, a culpa é de AMBOS). Quando isso acontece, por razões físicas o homem continua a querer sexo e a saber-lhe bem a a mulher passa ver o sexo como o peixe cozido!!
    Por isso minha gente, isto não é uma questão de homens vs mulheres gostarem mais ou menos de sexo, ambos gostam, e muito, apenas vivem-no, sentem-no de maneira diferente. E ambos têm culpa se sexo começa a ser o peixe cozido das mulheres.
    Arrumadinho a pergunta que deixas no fim não está completa, esqueces-te que também pode acontecer um gaijo qualquer despertar o bichinho do sexo na mulher que come o o peixe cozido. E nesse caso, que preferem vocês homens fazer? Que atitude querem ter?
    Infelizmente estou numa situação dessas, relação de 15 anos (sim agarrei-me ao primeiro homem que encontrei e amei) em que o sexo com o marido passou a ser peixe cozido. Já tentei muitas vezes e nunca consegui que ele compreendesse a situação e agora que alguém me despertou o bichinho do sexo, o que fazer?!?!?????

  10. Vou ser um bocado porcalhota… Cá em casa estamos juntos há 20 anos e fode-se (quase) todos os dias. Umas vezes inova-se, outras vezes é mais fazer wild, outras vezes faz-se mais O amor. O que nunca se faz é fingir. Fingir que se gosta, fingir que se quer ou fingir que é bom… Em 20 anos atingem-se patamares que provavelmente nos casais que estão juntos há menos tempo, poderão parecer comportamentos promíscuos ou até mesmo bizarros… mas cada casal sabe o que é melhor para a sua relação. Nós cá por casa estamos bem, obrigada!! Outra coisa que nunca, mas nunca faço é dizer: "Agora de castigo ficas sem sexo durante uma semana…" Castigo para quem?? Só diz isto quem não tem prazer no sexo. Isto para mim é que era um castigo… Ah, e tenho outra teoria: se só houvessem bebés cada vez que uma mulher tem um orgasmo, a nossa espécie estaria muito mais reduzida…
    Beijinhos doces, Mr Groomed

  11. Clap clap clap! Olha, eu adoro bifes com batatas fritas – sempre! Seja eu a preparar a refeição ou seja o meu gajo a ter a ideia, é sempre "um prato" que adoro 😀 E também não entendo as mulheres que fazem a coisa por favor ou prémio…ou ainda não descobriram os prazeres do sexo ou…ainda não descobriram os prazeres do sexo 🙂

  12. Após 13 anos de relação..não, a coisa não esmorece…Se esmorece estamos mal…Há dias melhores e piores, como em tudo…mas-pasma-te-até pode melhorar substancialmente relativamente aos primeiros anos 😉

    "Agora o que pergunto é: querem ser vocês a despertá-lo ou preferem que seja outra sonsa qualquer? Hum?"

    A mesma pergunta para ti…queres mesmo acreditar que as mulheres não gostam de sexo…ou apenas não gostam do sexo que estás disposto a dar ("estás" = num sentido lato)….e que vais fazer quanto a isso…qualquer coisinha… ou esperar que um moço menos sonso se chegue à frente?

  13. Sim, mas parece-me que é mais uma força de expressão, duvido que a maioria das mulheres encare o sexo como obrigação ou não goste de todo. Isso é como os homens que dizem que "ajudam muito lá em casa". Ajudam o quê? Não têm nada que ajudar, têm que fazer. Dizerem "ajudar" parece também que o estão a fazer por favor à mulher, quando a obrigação é dos dois.

  14. Que puto de post foi este??? Seriously??? Com quem é que tu fazes sexo??
    "Os homens nunca dizem não ao sexo, para as mulheres é uma obrigação…" Tipico machista.
    Então começa a fazer com homens! A ver se gostas mais.
    As mulheres gostam é de BOM sexo!!! Muito diferente de sexo. Voces é que papam tudo seja bom ou mau.
    Ana Pereira

  15. Ya, concordo com a Pilar. Não sei se vejo o sexo como uma obrigação, mas é verdade que já não fico aos pulinhos quando penso numa noitada com o meu marido. Se gosto? Gosto. Mas já não tenho tanto saco.

  16. Concordo com o T.! Bife com batatas fritas nunca se recusa! Mas se o bife com batatas fritas se torna em peixe cozido a culpa, provavelmente, é dos dois! Não conheço nenhuma mulher que não goste de BOM sexo!

  17. Não consigo conceber o sexo como peixe cozido, até porque toda a gente sabe que o peixe tem espinhas e comer espinhas é uma valente porcaria.

    Um bom bife com batatas fritas, todos os dias, é a minha alegria. Um dia com ketchup, outro dia com maionese, outro até com mostrada… não deixa de ser sexo, mas o sabor é sempre diferente – e delicioso.

  18. é como tudo o resto. sexo ao fim de 10 anos com a mesma pessoa é como comer sempre o mesmo bife com batatas fritas – no mesmo restaurante, na mesma mesa e servida pela mesma pessoa. e o pior é que já vimos aquele empregado de mesa todos os dias de há 10 anos para cá. se ao princípio ainda aguentávamos as piadinhas secas, 10 anos depois já só rezamos é para não ter de as ouvir.

  19. Eu como gosto de peixe cozido e legumes, o sexo é talvez o bife com batatas fritas ou seja gorduroso e execessivamente calórico? Hummm tenho dúvidas sobre tal teoria!!!!
    E quanto às 'sonsas' essas são umas taradas disfarçadas de boas moças, gostam mais de sexo do que delas próprias

  20. E quando são eles que embora tenham tudo "na mesa e na cama" se esquivam?
    É que isso do sexo como obrigação vai das duas partes. Eu não tenho problema nenhum com o excesso de libido masculino, só quando não é bem dirigido 😉

  21. O "sonsa" teve graça. É engraçado como os homens "apanham" certas expressões das mulheres com quem convivem. Mas acrescentar o "outra" não me pareceu anda bem!Estou com a CAL ali de cima!

  22. Lol… esta discussão faz parte daqueles diálogos em que se está a dizer imensa coisa, sem dizer coisa nenhuma… porque, por um lado há sonsas, sim senhor e não me venham as feministas dizer o contrário, por outro também há um homem que acha que tem tudo garantido nem que seja por favor, mas também há as mulheres que fazem sexo porque já faz parte da rotina, quase ao nível de dar a cervejinha fresquinha para o esposo acompanhar o futebol… pois bem, há de tudo, como na farmácia, mas quando há é porque algo está errado e é bom que ambos, homem e mulher se esforcem um bocadinho, se não vai ficar aborrecido e a saber realmente a peixe cozido sem sal nem azeite!

  23. Outras das diferenças têm fundo hormonal. Os homens produzem cerca de 10 a 20 vezes mais testosterona que as mulheres, e este é um hormônio fundamental no interesse sexual e na excitação.

    e tal, aqui: http://blog.sbnec.org.br/2009/05/leitura-neurobiologica-da-frequencia-da-vontade-de-fazer-sexo-do-estudo-da-vida-sexual-do-brasileiro-evsb/

  24. Arrumadinho, pois eu acho que nao é bem assim. A excepçoes de que falas quanto a mim sao muito mais a regra que outra coisa.
    As mulheres que gostam realmente de sexo, gostam mais que nós.

  25. Outra sonsa!? Então, nós já o somos, é!?

    Grrr

    [A Pipoca Mais Doce à cabine de som, sff!!! Motivo: Necessidade de afinar o pio ao cavalheiro…)

DEIXE UMA RESPOSTA