Nutella na panna cotta: qual é o mal?

13
3480

Há muitos anos que vou a um bom restaurante italiano em Lisboa por causa da sobremesa. As pizzas são boas, a sangria é ótima, o ambiente é engraçado e há um ano que até já tem uma esplanada — perfeito. Mas não é nada disto que me leva lá. Eu vou pela sobremesa, a Panna Cotta Com Nutella. Acho mesmo que este restaurante é conhecido por quase toda a gente por dois motivos: a Pizza de Figos, que é incrível, embora só haja na época de figos, e a Panna Cotta Com Nutella. Já adivinharam o nome? Provavelmente sim, é o La Finestra, nas Avenidas Novas.

A sobremesa é perfeita. A panna cotta está sempre no ponto, nem demasiado fria, nem à temperatura ambiente, nem muito mole, nem muito rija, não é gelatinosa, não é demasiado doce nem sensaborona, está sempre, sempre no ponto certo de equilíbrio. Depois, por cima, leva Nutella — e Nutella é Nutella.

Por achar esta combinação perfeita, sempre que vou a um italiano faço o mesmo filme. Chega a hora da sobremesa e lá faço as três perguntas: 1) Tem Nutella? (invariavelmente a resposta é “sim”); 2) Tem panna cotta? (invariavelmente a resposta é “sim”); 3. Então queria saber se é possível trazer uma panna cotta mas sem molho e só com Nutella por cima (invariavelmente a resposta é “vou perguntar a ver se é possível”).

E nunca é. Nunca. Passados uns minutos lá vem a senhora com um ar desalentado dizer-me que não, que não fazem isso, que não é possível. E agora eu pergunto: mas porquê? porquê? Que sentido é que isto faz? Se há panna cotta, se há Nutella, por que raio é que não se pode colocar Nutella por cima da panna cotta se é isso que o cliente quer? Não percebo. Qual é a lógica? O chef fica ofendido por eu não querer a calda de frutos vermelhos que ele preparou com tanto carinho? O chef acha que panna cotta não combina bem com Nutella? Mas não é ao cliente que cabe decidir isso? Não é mais ou menos a mesma coisa que pedir para substituir um ingrediente por outro na pizza? Toda a gente já fez isso um dia. Só eu é que não posso ter a minha panna cotta com Nutella. Não faz sentido algum.

Sempre que levo uma nega — e acontece em todo o lado — fico tão irritado que nunca como sobremesa. Posso até estar cheio de vontade de pedir um cheesecake ou o raio da panna cotta com os tradicionais frutos vermelhos, mas faço birra e digo sempre que não quero nada.

Quase tão irritante como esta decisão dos restaurantes é a atitude da minha mulher. Hoje, voltou a repetir-se a cena. Lá fiz as perguntas do costume — havia panna cotta, havia Nutella — e lá veio a resposta do costume: “Não, infelizmente não é possível”. E qual é que foi a postura da minha querida esposa: “És um chato. Lá vens tu com o filme da panna cotta com Nutella”, como se eu não tivesse razão nisto. Em vez de ser solidária, de se juntar à minha indignação, não, acha que eu sou um chato e que não tenho nada de pedir Nutella na panna cotta, como se isto fosse uma enorme ofensa para o restaurante. Onde é que está aquela coisa de o cliente ter sempre razão? Qualquer dia temos o rapaz da Telepizza a dizer-nos que não podemos pedir gambas e chouriço na pizza porque não vão bem um com o outro.

13 Comentários

  1. Compreendo tão bem…
    Sempre que peço, também em restaurantes italianos, para substituírem um ingrediente (um ingredientezito, não é a massa da pizza), olham-me com cara estranha e ouço do meu marido “Chata! Tens de alterar sempre tudo!”

    Em relação à Nutella, lamento, mas detesto o sabor! Muito doce…

  2. Podes não gostar, mas a razão está do lado do restaurante.

    Primeiro, porque não acham que é só chegar e despejar uma coisa sobre a outra;
    Segundo, o resultado final pode não ser igual há tua expectativa;
    Terceiro, podem considerar que o sabor da pannacotta será prejudicado pelo sabor da nutella e, como tal, não servem. Um pouco como uma polémica em tempos de chef’s recusarem-se a servir bifes bem passados porque a carne com cozedura excessiva perderia o seu sabor característico e não estariam a cumprir com a expectativa à volta do bife;
    Quarto, é, como alguém referiu, pedirem-te um texto encomendado sobre algo que não queres falar.

  3. Realmente, como é que é possível essa nega?
    Tem toda a minha simpatia por esta questão, que numa primeira análise poderá ser considerada trivial, mas que na verdade para uma chocolatra como eu é bem pertinente. Afinal quantas vezes não vamos a um restaurante SÓ pela sobremesa?

  4. Arrumadinho, é normal alterarem-se os ingredientes de uma pizza. Agora é normal um chefe não mudar uma sobremesa por capricho do cliente. Porque o que senti no texto, é que ja virou um desafio, uma teima pedir para ver se recusam para poder reclamar. Se quer a dita sobremesa, sugiro que a peça apenas onde existe no menu.

  5. Por acaso acho que a tua mulher e os senhores do restaurante têm razão. 🙂
    Gosto dos restaurantes que se recusam a sair da sua linha. Existem os restaurantes de self service e aqueles onde os clientes podem escolher os ingredientes, e os outros. 😛
    Se eles não fazem a sobremesa com Nutella , não vão arriscar fazer uma coisa que lhes parece duvidosa só porque o cliente quer. O brio profissional não lhes permite isso.
    Tu não vais escrever no blogue sobre as vantagens do sedentarismo se achas que isso não se aplica à linha do teu blogue e se não acreditas nisso, acho eu.
    De modo que os senhores têm muita razão.
    Mas a minha opinião também é muito peculiar mesmo. Sou daquelas pessoas que gosta que um cabeleireiro se recuse a fazer-me um determinado corte se acha que me vai ficar mal. Gosto disso e sou capaz de lá voltar por isso mesmo.

  6. Este post poderia ter sido escrito por mim, sem tirar nem por (talvez menos bem escrito, vá!)
    É tãaaaao isto!!!
    (E a Finestra é o meu restaurante italiano preferido de Lisboa. Pela panacotta de nutella, claro, mas também pelas bruschettas, pela pizza deliciosa e pelo Dolce Pecatto, bebida de chorar por mais).

  7. Da próxima vez leva o frasco da Nutella num saquinho, pede a panna cotta sem molho ( isso eles fazem basta dizer que é alérgico ) e depois….é só despejar.

  8. Eu sei que este é suposto ser um texto engraçado, e é. Mas falando a sério claro que não se pode “obrigar” um chef a preparar uma sobremesa que não existe. Era a mesma coisa que dizer-lhe “porque é que não escreve sobre tal e tal? É tão mais interessante que corridas!”

  9. Como é que eu vou tantas vezes a este restaurante e nunca me apercebi que havia panna cotta com nutella? :O O que tenho andado a perder…

DEIXE UMA RESPOSTA