O Arrumadinho na CMTV #3 – As férias do primeiro-ministro

8
2577

Hoje de manhã houve mais uma conversa com o Nuno Graciano e a Maya sobre um tema abordado aqui no blogue. Desta vez, escolhi falar sobre as férias de Pedro Passos Coelho na Manta Rota. Mas também se abordou o Seinfeld, as portagens no Algarve e de férias

Para quem não viu, fica o vídeo.

(Peço desculpa pela cara de sono, mas a culpa é do Mateus, que me deu uma noitezinha em claro).

8 Comentários

  1. Caro anónimo, não vale a pena insistir em comentários parvos, porque não serão publicados. Fez uma pergunta, dei-lhe a resposta. Se tem dúvidas sobre o que eu escrevi é muito simples: dirija-se à Segurança Social ou coloque a questão à CMTV.

  2. Então mas não estavas de licença de paternidade? E estás aqui a trabalhar? Olha que isso é um risco, se Segurança Social descobre que te paga para estares a ganhar de dois carrinhos…

  3. Continuo a não concordar com grande parte, mas respeito. Até porque em parte acho que não consigo ser imparcial quando o assunto é o Algarve.

    Apenas fiquei desiludida com o comentário do Nuno Graciano. Se eu estou mal, nunca desejo que outros fiquem.. é puro egoísmo disfarçado de um sentimento de "justiça".

    No Algarve temos preços mais elevados, é um facto! Pagamos mais por saúde, alimentação, cabeleireiros, etc. Mas nunca direi que os preços de outras regiões devem subir só porque é injusto. Gostava antes que os preços cá fossem mais baixos. Não sei se me faço entender, mas acho que desejar mal aos outros só "para pagarem como eu" é um egoísmo puro mascarado do que dizem ser um acto de justiça. Pois se fossemos por ai em muito que somos injustiçados no Algarve, mas não desejo nunca mal a outros.

    Estarei errada?

    Rita Dias

  4. Não sei se foi do sono ou não mas contrariamente às outras 2 conversas esta foi particularmente chata. Muita política (sabe Deus como estamos fartos de política!) e entraste em pormenores sem interesse quando o Nuno Graciano estava repetidamente a pedir-te para contares a tal história do Seinfeld. Já nem ouvi as tuas recomendações da Sábado tal o tédio. A ver se para a semana estas conversas melhorem.

  5. Ai Arrumadinho, que este Despertar dá pano para mangas!
    Primeiramente, tenho de dizer que não concordo contigo, mas não discordo inteiramente. O PM foi eleito pelo povo quando prometeu não fazer aquilo que já fez, bastantes vezes até. É claro que as pessoas ficam revoltadas, então votam em alguém e essa pessoa, desde cedo, não é capaz de manter nem um bocadinho da sua palavra?
    O país já estava mal, isso não é novidade nenhuma, mas não vamos andar com o senhor ao colo, que ele também não é santo. Se, com toda a exposição pública das SWAPS ainda disse que confiava plenamente em MLA, então que quer que nós pensemos? Soltam-se logo palavras como "ladrão" ou "corrupto".
    O PM podia ter aproveitado esses "5 minutinhos" para ter melhorado a sua imagem. Ora, ele vai para a Manta Rota (óptimo!), ouve as pessoas a reclamar à sua porta, então que levante o real traseiro e apareça ao povo, mais não fosse para mostrar que está a ouvir as suas queixas. Se o pessoal partisse para a má educação ou qualquer tipo de agressão, aí retirava-se discretamente. Fazia notícia por ter sido "bom", tal como quando tira fotos com as pessoas que lhe pedem, em vez de denegrir mais a sua imagem. Mas sim, acho que o senhor também tem direito aos seus (22?) dias de férias anuais, sem que os filhos vejam simulado o enterro do pai. Isso, ninguém merece.
    Penso que à Maya faltou um bocadinho de tacto: ela diz que "nem pensar que vou fazer 50 ou 60 km para chegar a minha casa, se em 2km passo a ponte, mas não quero pagar". Oi? E as pessoas que, infelizmente, fazem o dobro disso diariamente para o trabalho, porque só assim arranjam emprego? Concordo que os pagamentos em Lisboa são absurdos, mas a senhora também pode escolher. Ou paga a gasolina, ou paga a taxa de atravessar a ponte…
    E, Arrumadinho, já ouvi pessoas que sofreram realmente no tempo de Salazar a dizer que preferiam esse tempo do que este. Que, ao menos, Salazar tirava para encher os cofres portugueses e não para encher os seus bolsos, onde entrava a sua reforma de professor e mais nada. Diz-me, porque hão os políticos de receber reformas e extras por terem estado no Governo? Assim sendo tu ias receber reforma por seres jornalista, blogger, por teres trabalhado no café do primo ou na tasca da vizinha…
    Quanto ao que referiste, de que se é preciso ser esperto na política, concordo, mas também não nos façam passar por burros, por favor.

  6. Boa tarde Arrumadinho.Eu não tenho e CMTV consequentemente não o consigo acompanhar por essa via.Mas também não consigo vêr os videos pela sapo(acho que o problema é do meu PC).Não existirá outra maneira de vêr esses videos?
    Acabei de lêr o seu livro agora nestas férias.Gostei muito, adorei todas as histórias em particular a do "Boato" e o "Segredo".

    Beijinhos no Mateus que faz hoje um mês.
    Parabéns por tudo.

DEIXE UMA RESPOSTA