Não tem sido fácil, mas cá estou

0
4920

Não tem sido fácil ser tão assíduo a escrever aqui no blogue quanto gostaria, mas, como já disse várias vezes em diferentes contextos, não é só falta de tempo, é sobretudo uma definição de prioridades. Numa altura em que tenho demasiadas coisas em mãos, algumas têm de ficar para trás. A NiT está numa fase de mudança, e em crescimento, e tem-me consumido quase todo o tempo, e o que sobra tem sido distribuído pela família, pelas corridas, pelas séries, pelos livros e, por isso, o blogue tem ficado um pouco para trás. Só mesmo o blogue, porque tenho dado notícias todos os dias pelo Facebook e Instagram, e tenho escrito uns textos na NiT que vou partilhando na página de Facebook do blogue, por isso, sabem sempre onde me encontrar, e sabem sempre que estou vivo.

Ainda assim, quero voltar a estar aqui, e a estar com regularidade. As férias acabaram, agora volta a rotina de trabalho, e tentarei ao máximo aparecer por aqui a falar sobre as coisas do costume. Ainda por cima, está a chegar uma época de emoções grandes, com o reinício do campeonato nacional de futebol, com a pré-campanha eleitoral para as legislativas, com a entrada na reta final de preparação para as minhas maratonas, com uma série de desafios novos que vou tendo na vida, por isso, o que não faltará é assunto.

Esta ausência já me custou uns textos simpáticos sobre a polémica dos cartazes do PS, sobre a pré-época do Benfica, sobre a novela do Jesus, sobre as fases muito engraçadas que o Mateus tem vindo a atravessar, sobre algumas corridas que tenho feito, sobre as férias, tudo temas sobre os quais gostaria muito de ter dito umas coisas, mas cheira-me que isto daqui para a frente vai aquecer ainda mais. De qualquer forma, posso sempre começar por dizer umas coisas sobre alguns destes assuntos, que continuam quentes. É ir passando por cá.

DEIXE UMA RESPOSTA