Na Benard

41
6747

Manhã na Benard.

– Bom dia. Queria um croissant de chocolate, um leite ucal e três hungaros.
– Hungaros?
– Sim.
– Não temos.
– Têm, sim. Estão ali na entrada, na vitrine.
– Então aqui não se devem chamar hungaros.
– Pois, isso já não sei.
– Mostre-me lá onde estão.

A senhora levantou-se vagarosamente e bastante contrariada arrastou-se até à vitrine.

– Estão aqui, são estes.
– Pois, mas isso não são hungaros. Isso são miniaturas de hungaros.

A Benard é o sítio onde o cliente nunca tem razão.

 

41 Comentários

  1. Devias ter chamado hungarozinhos e perguntar se a senhora é burrinha. Gosto tanto desses sitios… só me apetece é pagar logo em moedas de 1 centimo.

  2. Podes crer. Deixei de me sentar à mesa e consumir o "pacote completo". Agora vou só comprar o croissant com chocolate e pronto. E é só porque não há croissants como aqueles, senão, já tinha deixado de lá ir. O atendimento é péssimo.

  3. Dá vontade de irmos lá,e pedirmos o mesmo! A mulher levantava-se tantas vezes,que de certeza que quando lhe pedissem Hungaros,já nem piava!!Mas falando a sério,eu tenho um remédio para estes maus serviços:NÃO VOLTAR!

  4. É um excelente exemplo do estado de Portugal(não é só Portugal obviamente) neste momento. Por amor de deus, onde é que já se viu comparar miniaturas com Hungaros? Como é óbvio que se não formos explícitos o suficiente a senhora não ia entender. O cliente deixou de ter razão à muito! Qualquer dia existe um livro de reclamações para os proprietários dos estabelecimentos e não para os clientes.

  5. Não há coisa que me irrite mais do que estar a ser atendida em qualquer comércio, e tratarem-me como se me tivessem a fazer um grande frete.
    Cada vez que os meus amigos brasileiros vêm a Portugal, ficam indignados com a antipatia das pessoas que estão à frente dos estabelecimentos comerciais, e eu, defensora deste nosso país até à medula, de onde tantas vezes saí, mas sempre para voltar, tenho que me calar.

  6. Ao pagar o empregado diz: São 5,00€. E o cliente coloca 5 Cêntimos sobre a mesa, ao que o empregado responde: Mas isso não são 5,00 Euros. O cliente: Não. Isto é uma miniatura.

  7. Concordo com a Juanna! Sem falar que no outro dia por um (simples) lanche para 4 lá deixei 21€…

    Venham daí mazé os croissants e os palmiers do Careca 😉

  8. ahah! o cliente tem sempre razão x)
    por acaso irrita-me um bocado nas pastelarias não terem o nome dos bolos ao lado dos ditos. como é que havemos de adivinhar os nomes todos? só sei de alguns. Depois é estar ali a apontar: "aquele ali com creme de ovo…" "este?" "não, o do lado.." "ahh, a pata-de-veado"… "pois."

  9. Essa mulher(deve de ser a que está na caixa) não deve nada á simpatia..Enfim, deve de ser conhecida do patrão…E eu que gosto taaaanto dos croissants au chocolat. 🙂

  10. À parte a filosofia "o cliente nunca tem razão" estar em activa expansão, confesso que o que me ficou gravado no cérebro foi: essa quantidade toda de chocolate logo pela manhã!!!????
    Agora já sei porquê o teu arzinho de bem com a vida… (antidepressivo baratinho e muito bom… 😉 )

  11. Penso que o que mais sobressai neste post é esse pequeno almoço ultra mega hiper calórico. Por favor, diz-me que havia uma criança envolvida 😛

    Beijinhos,

    Marta

  12. Isto é caso para falar feio: daaaass lá prá mulher!!!

    Mas pronto, fica a dica. Já ninguém me apanha a pedir húngaros aqui prós lados de Viana! 🙂

  13. Ahahahahaaa!!! Muito bom!
    Para mim, o que a Benard tem de bom, são os croissants com chocolate. Mas das últimas vezes que tenho lá ido, está cada vez mais vazia…porque será??!?!?
    ED

  14. Arrumadinho, passei a minha infância na Benard. Cheguei a grande e deixei de ir, por esses motivos e porque os croissants começaram a ser barrados com uma porcaria de um chocolate. Há mais de 10 anos que lá não vou (nem irei), mais depressa me apanham a deliciar-me no Careca.

DEIXE UMA RESPOSTA