Eu acho que podemos ser bons amigos…

0
4632

Pedia-me ontem uma amiga para falar de um assunto que mereceu um extenso post na versão anterior deste blogue. Mas pelos vistos é um assunto recorrente. Ou melhor, é uma discussão que já deve vir desde sempre, e que se prolongará para todo o sempre. Pedia-me, então, essa minha amiga para dar a minha opinião sobre se homens e mulheres podem ser amigos de forma completamente desinteressada, sem haver aquela tensão sexual que parece existir sempre.

Claro que a primeira coisa que fiz foi perguntar-lhe: “O que é que achas? Qual é a tua opinião sobre esse assunto?” Ela disse-me que achava que no início existia sempre alguma coisa, uns flirts, mas que com o tempo isso desaparecia, e que depois podia existir uma amizade normal, sem nada dessas coisas.

Bom, vamos lá então falar sobre isto.

A mulher é atraente?
Há muitas coisas a ter em conta nesta equação. Vou apenas falar do ponto de vista do homem, porque não tenho a ambição de conhecer essa coisa tenebrosa que dá pelo nome de mente feminina.

Em primeiro lugar, temos de saber se a mulher é atraente. É que isso muda tudo. Se ela for atraente, a possibilidade de existir tensão sexual é enorme. Homem que é homem não fica completamente indiferente a uma mulher atraente. Ela é atraente, pronto, atrai, é isso que fazem as mulheres atraentes: atraem os homens. Não estou a dizer que a amizade é impossível, porque não é, mas complica muito as coisas.

Há, uma vez mais, imensos factores que podem mudar as coisas, mas já lá vamos.
Quando um homem sente uma atracção por uma mulher tende a não ficar de braços cruzados. Faz um ou outro move, só para a testar. Primeiro, tenta, de forma mais ou menos óbvia, saber se ela tem namorado. Uns são directos (os menos criativos), outros usam de artimanhas de linguagem para o descobrir e depois há os que se limitam a tentar apanhar detalhes no ar (estão atentos a conversas, aos telefonemas e SMS, vêem se ela sai sozinha para almoçar, vasculham os posts passados no Facebook, etc.)

Tonight is the night
Depois de saber se ela tem namorado, lança a cana, para ver como é que ela reage perante o isco. Há as que mordem, há as que reparam nele e se afastam e há as que gostam de andar ali à volta sem avançar nem recuar (são as sonsas, as piores de todas). Ou seja, quais pescadores de fim-de-semana, nós lançamos a cana e ficamos à espera de sinais. E era aqui que queria chegar, aos sinais.

Muitas vezes, os homens procuram sinais nas mulheres para determinar as suas acções. Se elas dão bola, eles correm atrás, se elas deixam as coisas no ar, eles vão atrás, se elas dão para trás, eles vão atrás. Pronto, isto para dizer que quando uma mulher é atraente, dificilmente se livrará de um eterno processo de sedução por parte dos homens à sua volta. Com o tempo, é verdade que as coisas podem abrandar, mas a beleza física é mais ou menos como a droga para os junckies ou o álcool para os alcoólicos, pode sempre dar origem a uma recaída.

Signals, Jerry, signals
Mas ainda em relação aos sinais, claro que eles condicionam a acção dos homens. Se convidamos uma mulher atraente para um pequeno-almoço a dois e ela diz que sim, bom, então é porque há ali um bocadinho de esperança. Ela deu-nos essa esperança. Não adianta, como dizia a minha amiga ontem, esperar que desse encontro nasça uma bonita amizade, e que esse encontro sirva para que as pessoas se possam conhecer melhor e, assim, desenvolver uma relação forte de intimidade sem qualquer tensão sexual. Treta.

Há, claro, as variantes. Quando o homem está num relacionamento em que é feliz, em que está bem, essa tensão pode até nunca aparecer. Eu disse “pode” não disse que nunca aparece, porque aparece. Mas a verdade é que isso pode mudar muito as coisas. Quando um homem é solteiro, tende a andar à procura da mulher certa – ou, pelo menos, da mulher certa para dar umas voltas. Agora quando está num relacionamento, essa procura não existe. Pode até encontrar sem procurar, mas lá está, a tensão sexual diminuí drasticamente.

Uggly Bettys
Quando a mulher não é fisicamente atraente essa tensão também pode até nunca existir, e é perfeitamente possível que um homem e uma mulher sejam amigos saudáveis durante muitos anos, ou até para a vida.

E há ainda uma terceira variável: quando a amizade já dura há muitos, muitos anos. E aqui tenho um exemplo pessoal. Uma das minhas melhores amigas é aquilo a que o comum dos homens chama, como direi, hummm, boa, vá. E gira. E interessante.

Brothers and Sisters

Um mulherão. Mas a verdade é que quando estamos juntos – e estamos muitas vezes – existe zero dessa tensão. Para mim, ela é outra irmã. E é isso que sinto quando convivemos. Ela pode estar em biquini, de mini-saia, como quiser, que me é mesmo indiferente. Também por isso sei, e acredito, que um homem e uma mulher gira podem ser amigos, desde que essa amizade leve muitos e muitos anos, e que seja uma relação próxima, porque se for daquelas amizades em que as pessoas ficam 3 anos sem se ver, quando se reencontram a possibilidade de saltar uma ou outra faísca é muito maior.

Pronto, cá fica a resposta à minha amiga.

E um conselho: não aceites convites para almoçar a dois se não queres dar sinais errados. Ele não quer ser teu amiguinho. Quer saltar-te para cima. Acredita.

1 Comentário

  1. O que entendi é que uma mulher feia, ou menos interessante, menos boa, menos gira, menos mulherão, nunca poderá relacionar-se com alguém, ter um flirt?

    Eu tenho muitos amigos homens e não tenciono ter nada com eles, nem me imagino pois são como irmãos para mim. Sabem tudo acerca de mim e eu acerca deles. Isto quer dizer que sou feia que nem um trovão?

    Realmente…

  2. Tinha mesmo saudades de ler estes teus posts.
    Muito bom mesmo.
    Adorei o último parágrafo. E as 3 últimas frases.
    Excelentes. Como sempre nos habituaste.

  3. No fundo, a amizade é uma predisposição para ser independentemente dos sentidos da carne e, independentemente de se ser homem ou mulher. A existência de uma relação de amizade está dependente do intuito com que se se quer relacionar com o outro. E cabe a cada um de nós dar um belo par de patins a quem vem ter connosco para dançar outra música!

  4. Genericamente o que queres dizer é que sim, é possivel, mas depende de várias circunstâncias, ok, isso concordo. Mas depois parece-me que aqui misturaste dois factores: amigos e conhecimentos recentes. Uma coisa é o gajo que conheci a semana passada e me dei muita bem e que me pergunta se quero tomar o pequeno almoço amanhã. Outra coisa é o meu amigo que me pergunta se quero almocar, jantar, sair, vir cá a casa, whatever. O primeiro teria tendência a achar que por mais descontraido (e sem maliccccia :P) que tivesse parecido o convite, há sempre a possibilidade de ser barro atirado à parede. Agora amigos… amigos são amigos, já há uma relação que se construiu, não passa de amizade a outra coisa de um dia para outro ou de um almoço para outro :P. (E o Fuschio era meu amigo antes de namorarmos)

  5. É verdade, as mulheres conseguem ser muito sonsas, eu pelo menos por vezes também assim o sou, mesmo sem me aperceber. Às vezes não tenho nada para fazer, estou aborrecida, e aceitou um convite ou outro. Quando os convites já envolvem coisas em casa deles, aí dou logo o corte. Mas passeios e cinemas e jantares, que mal tem? Também há a versão dos homens que nunca avançam e que nós sabemos que andam ali de volta de nós mas não fazem nada. Esses são tipo os bananas, e esses perdem logo qualquer piada. Homem que é homem arrisca, cria ali um momento fogoso, não se importa de levar tampa, aqueles que se armam em amiguinhos acabam, muitas vezes, por não passar disso.

    Descobri este blog hoje. Fiquei apaixonada (e como não me apetece trabalhar, estou a lê-lo enquanto como M&Ms) 🙂

  6. ahahah adorei! Pelo menos nalguma coisa os homens e as mulheres pensam de igual forma – convites para almoçar podem significar um "sim, estou interessado" 😉

  7. Pergunto:

    A genética, esse impulso “incontrolável” para a reprodução (cópula) prevalece assim, tantos e tantos anos depois, acima de outros outros sentires, que supõem o recurso a estruturas cerebrais mais elaboradas?

    🙁

    É triste. Acho triste.

    [e quero acreditar que haverá honrosas excepções – e excepções heterossexuais]

  8. Bem…
    ponto 1 concordo com a ultima sugestão… das amizades cruzadas com os exs… e as respectivas convivências…

    eis um assunto que tenho particular interesse tanto do meu lado como … do lado da minha cara metade … que neste assunto pensamos de formas opostas ….

    Quanto a este post…
    Pois… a minha melhor amiga… é um homem… 🙂

    Sim…. há muitos e muitos e muitos anos terá existido algum interesse … mais do meu lado do que do dele em acontecer algo entre nós… entretanto duas pessoas hiper racionais e hiper emotivas falaram… e optaram por uma amizade face a um possível enrolanço… e ainda hoje somos best friends sem sexo nem vontadinha nenhuma 🙂

    Por vezes… as tensões desaparecem desde que as pessoas falem dos assuntos… desde que queiram claro!

    🙂

  9. eu acho que homens e mulheres podem ser amigos, desde que pelo menos um dos lados não queira nada com o outro. porque mesmo que um lado esteja interessado, se o outro não quiser saber, as coisas resolvem-se.
    tenho amigos homens que são como irmãos para mim, e não são amigos desde sempre, são amigos de 3 ou 4 anos. mas lá está, nunca os vi como homens, mas sim como amigos e isso evitou que surgisse qualquer tensão sexual.
    sugestão para um próximo post (nada original, eu sei, mas ainda assim pertinente): podemos ser amigos de ex-namorados/as?

  10. Concordo. Na realidade a verdadeira inocência faz parte de uma fase muito especial da nossa vida, lá de trás, portanto, não sejamos inocentes e ingénuos quando achamos que entre 2 amiguinhos (mais recentes) há apenas amizade. Tretas! Toda a gente (comprometida ou não) gosta de jogos de sedução e de egos massajados, faz parte do ser humano. A continuidade ou não desses jogos e as respectivas consequências dependem apenas do que cada um quer, do que tem ou nunca teve. Há que ter os pés assentes na terra.

  11. Este post foi, de facto, muito esclarecedor. As always. Gosto muito de ouvir, ou ler, as tuas opiniões em relação a estes assuntos. Tomo-te por uma pessoa inteligente e sem preconceitos.
    Mas agora também fiquei, como dizer… em pânico!!! Não quer ser meu amiguinho? Mesmo? Bolas. Vocês são uns básicos!
    Eu quando aceito um convite para almoçar ou lanchar ou whatever é porque gosto de estar com aquela pessoa porque sim. Porque gosto de pessoas, porque sou comunicativa, porque gosto de estar com pessoas divertidas e que me fazem bem há alma. Como é que vocês não conseguem atingir uma coisa tão simples como esta, eu nunca perceberei. Básicos.

  12. Muito bom 🙂
    Concordo. E às mulheres não lhes é indiferente um homem atraente também. Mesmo que nem façam grandes moves.
    O meu melhor amigo é um homen (muito) atraente, um derrete-corações que não me incomoda nadinha, com quem cresci, basicamente. E os que se tornam irmãos ou irmãs, memso que estejam bastante tempo sem se ver, não muda o que se sente.
    Já ou outros… é um risco 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA