Entradas de carrinho

16
2993

Sabes aqueles momentos em que dizemos qualquer coisa e que, de repente, a pessoa que está ao nosso lado sente-se visada, sem que nós soubessemos? Do estilo:

Eu — Odeio aquela funcionária do café. É antipática e incompetente.

A pessoa ao lado — Errrghhhh… é a minha mãe.

Pronto, aconteceu-me três vezes no espaço de umas quatro horas. Mas não foi muito grave: foi só no primeiro encontro entre uma equipa de trabalho, logo, com gente que nunca tinha visto na vida.

É o que se chama entrar de carrinho.

Acho que vou levar vermelho directo ainda antes de o jogo começar.

16 Comentários

  1. Esta a ver Ricardo, a tal questão de ter cuidado e respeito pelo que se comenta sobre os outros ou a vida dos outros. Por aqui anda muita falta de chá a esse respeito. Por aqui e pelo espaço da sua esposa igual. E é pena, porque os vossos espaços sao tao leves e bons de seguir. Podiam fazer um esforço por melhorar isso… Mas pronto. Foi só um comentário. Margarida

  2. Hummm… Pois… concordo que a apresentação não foi a melhor!
    Mas também acredito, que não passou disso…uma má apresentação.
    Um dia ainda se vão rir de tal episódio!
    Boa sorte e muito sucesso com a nova equipa de trabalho!

  3. Essa entrada é a matar!! Agora vai depender muito da habilidade dos visados em se esquivarem à entrada. Tal como no futebol, na vida há muitos que aproveitam entradas sem maldade para fazerem uma fita desgraçada e tentarem expulsar o adversário.

  4. Já foste 🙂

    Espero que isso não cause mau ambiente de trabalho.

    Quando trabalhava com a minha irmã falaram-me mal dela sem saber que era minha irmã. As pessoas ficam sem saber onde se meter quando isso acontece.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

  5. Acontece-me taaaaaantas vezes…. É preciso ter muito cuidado!

    (P.s. – O mulherio deste lado está a aguardar pacientemente o post sobre as prendas para os maridos/namorados, pais e irmãos para podermos atacar as compras).

DEIXE UMA RESPOSTA