Dia de dérbi, versão 2

8
3060

Depois de uma tarde de domingo perdida dentro do estádio à espera de um dérbi que não chegou a realizar-se, hoje voltámos à Luz de cachecol em punho e a mesma atitude de sempre — eu a achar que iríamos ganhar por 3-0, ela com a certezinha de que perderíamos. Nada de novo.

Desta vez houve jogo, e desta vez tive razão. Ganhámos mesmo, e ganhámos em tudo o que se podia ganhar: a diferença entre o Benfica e o Sporting foi abissal e o resultado de 2-0 acaba por ser muito positivo para o Sporting, que poderia muito bem ter levado quatro ou cinco que ninguém ficaria escandalizado.

Agora, é manter a calma, sempre com a memória fresca e os episódios ocorridos há dois anos e o ano passado bem frescos.

Somos melhores, e só temos de o continuar a ser até final. Até final mesmo, não é até à penúltima jornada.

Cenas soltas do dérbi:

— Pela segunda vez na vida vi um adepto do Benfica com uma camisola do Escalona. Eu achei que só mesmo o Escalona teria coragem de andar com a camisola dele vestida, mas afinal estava enganado.

— Tive pena de ver o Sulejmani a aquecer durante 45 minutos e, depois, não ter sido escolhido para entrar. Merecia.

— Vi um adepto do Benfica a tirar uma selfie a fazer um pirete, sendo que por detrás do dedo estava, lá ao fundo, a Juve Leo.

— O Ivan Piris é uma anedota.

— Tal como no domingo, encontrei um amigo de Setúbal que não via há anos. Fomos colegas da mesma equipa de andebol em juvenis e juniores.

— Durante todo o jogo não se cantou uma única vez a música “Ninguém pára o Benfica”, coisa que atribuo às memórias da época passada.

— O Enzo Pérez é um génio.

— O Luís Filipe Vieira diz sporjboaibefica e final da champiôns.

— O Sporting conseguiu não sofrer um golo do Cardozo.

— Aquelas meninas que dançam antes dos jogos, e nos intervalos, fazem SEMPRE as mesmas duas coreografias. Já enjoa. E se puderem não ter todas 14 anos ajuda a que os homens se animem e não fiquem a pensar que aquelas podiam ser as suas filhas.

— Comi dois queijinhos babybel light, um pacote de bolachas de água e sal Vieira e um pequenino chocolate negro 70 por cento de cacau da Regina (foi o meu prémio pela vitória) – normalmente enfardo uma bifana, uma cola e ainda pipocas ou umas queijadas.

— A melhor piada da noite pertence ao Rui Sinel de Cordes: “O Leonardo Jardim inventou mais hoje do que no dia em que o Presidente do Olympiakos lhe perguntou porque é que estava o relógio dele lá em casa”.

— O Ribeiro Cristóvão diz que o Sporting ainda está na peugada do Benfica. Descobri que ainda há pessoas que dizem efectivamente a palavra “peugada”.

8 Comentários

  1. “Pela segunda vez na vida vi um adepto do Benfica com uma camisola do Escalona. Eu achei que só mesmo o Escalona teria coragem de andar com a camisola dele vestida, mas afinal estava enganado.”

    Já ganhaste! É muito isto.

  2. Sou do Benfica! confesso que não sou grande fã de futebol, prefiro outros desportos como por exemplo a corrida! Mas esta vitória soube-me bem, soube-me bem para calar os Sportinguistas que tanto gozaram com o estádio!

    Fiquei satisfeito!

    Abraço

  3. Hoje tenho dois motivos de felicidade. Além da vitória do meu glorioso, aprendi uma palavra nova : “pirete” . Adorei !!
    Obrigado Arrumadinho . Nunca tinha ouvido tal expressão. “Que burra que sou !”

DEIXE UMA RESPOSTA