Cheguei a casa e à minha espera estavam…

0
3205

… o blazer e as botas de que falei aqui no blogue. 🙂

Aquilo era só uma piadola para a esposa, mas se ela levou a coisa de forma tão à letra o melhor é pedir mais qualquer coisinha…

PS: E sim, eu uso a palavra “esposa” como graça – acho divertida, precisamente por ser tão pomposa. Não se aborreçam, não?

1 Comentário

  1. Esposa é para o gozo!!! Não é uma palavra com boa conotação numa certa classe social. Deve dizer-se " a minha mulher". Não se baralhe ó esposa do homem do tremoço!!!!

  2. Gente…"esposa" é piroso. Ponto final. Que concorda óptimo, quem não concorda, continue a usar o termo.

    Mas é piroso, trust me.

    Isabel

  3. Eu, esposa de alguém maravilhoso, adoro quando ele diz a minha esposa, e eu uso vezes sem conta o "marido" umas por achar a palavra gira outras por ser o que ele é neste momento (para além de ser meu namorado, amigo e outras coisas afins que estão todas englobadas no conceito de marido).
    Só não gosta quem não os tem, ou quem os tem mas não gosta.

  4. Que queriduxo esse seu anónimo, deve ser um homem(mulher) do tempo das cavernas, que na hora das refeições, diz ah falta-me uma colher levanta-te e vai buscar. Mas tinha mais graça deixar o anónimo e postar com a verdadeira identidade, ah mas não!!! Opá, actualiza-te, anónimo. Esposa é uma forma educada, elegante e pomposa!

  5. Diz-se esposa em sinal de educação e elegância, tal como disse a Carla. Além de ser pomposo, sim. Ridiculo e piroso é dizer-se constantemente "a minha mulher isto e aquilo". Isso é para o homem do tremoço.

    Muito bom blog, está de parabéns!

  6. Giros o blazer e as botas e sortudo. Assim mimam-se, assim é que deve de ser. E acho muita graça ao tratar a Pipoca por esposa, acho elegante, educado e pomposo. O meu homem também diz, esposa, quando me apresenta a alguém.

DEIXE UMA RESPOSTA