As bolachas com sentimentos

0
5349
Há dias resolvi surpreender a minha querida esposa (por favor, poupem-me aos comentários do “esposa não se diz, esposa é muito feio e mais não sei o quê, pode ser?) com um presente.

Ela chegou a casa e tinha quatro latas em cima da mesa, alinhadas da seguinte forma: 3 à frente e uma mais atrás. Cada uma tinha uma mensagem e conteúdos diferentes.

A primeira, na linha da frente, era a lata do Amor, recheadas de butter cookies.

A segunda era a lata da Paixão, com bolachas picantes, com travo de malagueta.

A terceira era a lata da Loucura, com bolachas de pimenta.

Atrás destas três, estava a lata da Felicidade, com bolachas de gengibre.

A ideia foi a de fazer uma conta de somar simples: Amor + Paixão + Loucura = Felicidade.

É uma receita que me parece bastante simples e eficaz.

Decidimos que, a partir desse dia, nunca deixaríamos as caixas ficarem vazias, e que teríamos sempre de arranjar qualquer coisa para as encher, para manter o nível elevado de todas elas.

A ideia das bolachas é muito recente e foi criada por uma amiga minha, a Mónica, que, como ela diz, juntou a fome à vontade de escrever. A ideia é muito simples: adequar estados de espírito a sabores, ou à vontade de cada um. Quem quiser, pode encomendar uma lata personalizada, adequada a uma pessoa ou situação. E é também possível alterar o texto em cada embalagem.

Quando eu vi o blogue dela e o Facebook da Word Cookies achei de imediato a ideia muito engraçada, e resolvi testá-la. A entrega foi rápida, as bolachas eram maravilhosas (voaram das quatro caixas em dois dias) e o impacto da ideia também foi o que eu queria.

Muitas vezes, anda tudo às voltas à procura de presentes originais. Aqui está um. Por vezes, uma palavra vale mais do que um presente caro. E esta é daquelas surpresas que custam pouco e podem valer muito. É daqueles mimos que se devem dar fora dos aniversários, das datas especiais. As relações precisam muitas vezes do doce e do picante, que estas bolachas oferecem em sentido literal, e que nós poderemos complementar com o sentido figurado.

1 Comentário

  1. A ideia é excelente, mas visualmente parece o resultado de um projecto escolar. Acho que seria preferível assumirem um conceito mais artesanal…

  2. Simplesmente fantástico! Uma ideia gira + doce, só pode dar bom resultado.
    E "esposa" vai muito bem. É tua esposa não é? Então. Eu não sou, ainda, casada e maridão é o que mais me sai da boca na hora de falar do meu mais que tudo. 🙂

  3. Arrumadinho, é Maria JOANA!!!!!
    Que mania que as pessoas têm, possa!!! 🙂
    Ainda por cima MARIA JOANA é bem mais bonito que Maria João (desculpem-me as "Marias Joões" deste mundo e especialmente as que lerem este comentário :).

  4. Caro Arrumadinho.

    Gosto dos seus posts, da sua forma de escrever, do jeito informal de expor as ideias. Gosto do gosto e da sorte que tem, em ter por esposa, uma menina linda, que acredito é a mais doçe no universo das pipocas. Mas meu caro arrumadinho, há ocasiões em que o berço se deve evidenciar, mesmo correndo o risco de ser encarado como falsa humildade ou politicamente correcto. De facto, ( a minha esposa ) não se diz. Não se diz porque é piroso, não é elegante e é sempre interpretado como falta de chá.
    O mesmo pricípio se aplica quando nos dirigimos a alguém que não é da nossa confiança e referimos, ( A sua mulher ).
    Um abraço.

  5. Ó "homem sem blogue"
    Não o conheço, tão-pouco alguma vez o comentei, mas conheço-o de comentar, sobretudo porque sempre e em quaisquer circunstâncias, está sempre de acordo com o autor.
    Quererá, por favor, esclarecer por que motivo ou razão, é um ataque quando se utiliza a expressão esposa em detrimento da de mulher?
    E a ser ataque, a quem e com que comprovativos faz fé.
    Sobre as bolachas concretamente, segunda razão para o post, tenho a dizer que lamentavelmente o artigo peca por imprecisão num assunto de tamanha relevância como este em análise.
    São redondas, quadradas, rectangulares, triangulares ou de uma configuração meio enviesada?
    Como já aqui foi debatido no seu blog, num passado não tão remoto quanto isso, essa particularidade é essencial para uma correcta definição da coisa.

  6. Acho piada o homem é marido a esposa é mulher!! Tinha de ser a igreja a rebaixar como sempre as mulheres…antes esposa q minha mulher!! Então passamos a dizer meu homem????

  7. Na Páscoa ofereci ao meu "esposo" 🙂 a lata Amor!!! Achei que era uma maneira gira e diferente e com muito significado sem serem as tipicas amendoas 🙂
    Ele adorou e eu também… as butter cookies são D-E-L-I-C-I-O-S-A-S!
    E confirmo, a encomenda e entrega foram super rápidas e a Sra (a mãe da tua amiga Mónica) super querida e simpatica.
    Uma experiencia a repetir, até pq tenho que exprimentar as outras.

    Bjs.

    p.s. no sábado vi-te no meu bairro( Campo de Ourique). Era o teu filho que ia contigo? Que amor!!!

  8. O grafismo das latas não é o melhor. Há que melhorar isso e deixar as latas bem apelativas, que os olhos também comem.

  9. Muito bem, anónimo 15:52.

    Há especialista na matéria que vão mais além: "minha mulher", "meu homem", uma vez que "marido" não é o masculino de "mulher".

    O Mário Soares (apenas um exemplo, uma vez que tem "background") diz sempre " minha mulher".

    Mas, se o arrumadinho não que o aborreçamos com estas coisas, páre de a tratar por "esposa", porque é, simplesmente, horrível.

  10. (Isto não é um comentário, é uma… observação)

    O padre diz como diz o povo: "declaro-vos marido e mulher". E o povo diz mulher porque etimologicamente (ou antropologicamente, se quiser), mulher significava casada.
    Por isso é que se considera esposa uma palavra possidónia, usada pelos novos esclarecidos.

  11. Linda a ideia…
    adoro estas ideias originais…
    vai já ser posta em prática cá em casa…
    obrigada mais uma vez arrumadinho pelas tuas ideias originais 😉
    Esposa, é bom… e fofinho… lol
    Aqui sou tratada como mulherzinha 😉

  12. A regra de etiqueta, e não, não está escrita em lado nenhum, não tem força de lei, é como dizer bom dia ou tirar o boné, manda que só se chame esposa, por cortesia às mulheres dos outros. A própria é a mulher, a minha mulher.
    E anónimo, qual é a diferença entre a MINHA mulher ou a MINHA esposa? a palavra MINHA encontra-se lá!!!!!

  13. Sim sim, as bolachas são giras…mas era só para dizer que acho muito bem que se use "esposa"! Feio é dizer "a minha mulher"!!!
    lol
    Continuação de bons textos! 🙂

  14. É um conceito muito giro! E uma prenda realmente simpática e que pode marcar alguém.

    Quanto ao esposa, tens razão. É um ataque quando se usa esposa e não mulher.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

  15. usa-se "eis aqui a minha mulher. eis aqui o meu marido". – resposta ao anónimo/a. o anonimato na net é uma "praga".

    deves estar a pensar quem eu sou, esta é para "o arrumadinho" 🙂

    well, posso dizer estive com a tua "esposa", na altura ainda namorada num programa de televisão, onde ela afirmou: o meu namorado, não há paciência, só quer ir a concertos do Zé Mário Branco, não me lembro quais eram os outros, e acrescentou; não é uma seca? uma foleirada?

    quem sou eu? pergunta-lhe. eu era o outro convidado. LOL

    gostei dela, mas não concordei com o conceito de foleirada e seca=a Zé Mário Branco.

    Gosto de vir aqui ao teu blog, ao dela não vou, por não gostar do conceito 😉

  16. OK, ao escreveres aquilo entre parentises tens a nocao que me fizeste pensar nisso?! eu nao percebo qual é o mal de esposa. Odeio quando o meu marido me apresenta como : "esta é a minha mulher". Eu sou filha de alguem, serei mae de alguem e esposa de alguem, mulkher de alguem nunca! nao sou mulher de ninguem porque nao sou um objecto! LOL LOL mas realmente agora fiquei curiosa, se nao se usa a palavra esposa usa-se o que hoje em dia? Não é marido e esposa? porque a outra paridade é homem e mulher, nao me digam que em Portugal agora se diz marido e mulher, mesmo a rebaixar a posicao….é pá cada um com as suas pancas! esta é a minha…:p

    Obrigada pela suggestao das bolachas! estava mesmo a procura de algo simples que ainda nao tivesse feito para o surpreender, adoro ver o sorriso de felicidade e surpresa nele :):):) mesmo a tempo do nosso aniversario!

DEIXE UMA RESPOSTA