Ai que me dói qualquer coisa

0
3054

Ontem armei-me em campeão e decidi ir correr 30 km.

Ando a fazer um treino progressivo de preparação para a Maratona do dia 12 de Maio e decidi que todas as semanas tenho de fazer uma corrida longa que supere a anterior. Como me armei em bruto logo na corrida longa da primeira semana (fiz 17 km), nas semanas seguintes teve de ser sempre a subir. Na segunda foram 22 km, na terceira 25 e ontem fiz 31. Parti do cimo do Parque Eduardo VII e fui até à Fundação Champalimaud. Depois voltei até às Docas, fui novamente à Fundação e regressei até ao Marquês de Pombal. 31,06 km em 2h44m.

Confesso que não esperava uma recuperação tão dura. Logo ontem, senti umas dores anormais nas articulações externas dos joelhos – acho que nunca as tinha sentido na vida. E hoje de manhã, quando me levantei, os músculos das coxas pareciam ter sido sovados durante a noite.

Hoje é dia de recuperação total. Por isso, as primeiras horas da manhã foram dedicada ao meu romance, que continua a avançar devagarinho. Já tinha saudades destas personagens.

 

1 Comentário

  1. Bom Treino…
    ???
    Gostoso…
    Apetitoso…
    Corajoso…
    Transpirado…
    Cansado…
    mas…
    Lavado…
    Massajado…
    Está recuperado.
    IUPIII!!!
    Kisses

  2. pois é, a PDI é tramada mesmo. O arrumadinho deveria ter em conta que já não é jovem e com essa "brincadeira" ainda arranja uns sarilhos que lhe vão causar sérios problemas irreversíveis nas articulações, tendões, dores lombares etc… Tudo se quer com peso e medidas certos.

  3. Se corresse 30 km's actualmente, falecia.
    Mas vá, já comprei ténis, uma braçadeira para quando correr de madrugada ou à noite, tenho calções próprios, tenho tudo, perguntem que eu digo que sim. Desde a semana passada que estou pronto.
    Só me faltam pernas e vontade!
    Mas esta semana vou iniciar a coisa. E em Maio, por altura dessa maratona, estarei pronto a correr 10 km's.

DEIXE UMA RESPOSTA