A virgem que já não o é

0
2827

Há uns anos entrevistei Margarida Menezes, que havia fundado o clube de virgens, ou coisa parecida, um agrupamento de mulheres que, por uma razão ou outra, nunca tinham tido relações sexuais. Margarida era a líder, uma orgulhosa e ingénua virgem, com 25 ou 26 anos, não me lembro, e que continuava à espera do príncipe encantado.

Isto até poderia ter qualquer coisa de nobre, já que hoje em dia é difícil encontrar alguém com mais de 20 anos e que continue a ser virgem. Só que no caso daquela miúda o nobre esfumava-se numa infantilidade que tinha pouco de ternurento. A rapariga era apenas totó. No meio da entrevista tive de lhe explicar, por exemplo, como funciona o período menstrual feminino – a rapariga não sabia o que eram “períodos férteis”, nem nunca tinha aprendido o porquê de as senhoras terem período.

Na altura, fiquei com a sensação de que a rapariga apenas não tinha desencalhado porque era simplesmente muito basicazinha. Mas depois também me pus a pensar na quantidade de basicazinhas que já conheci e que já levam uma lista de namorados que parece o memorial aos soldados mortos no Vietname. E pronto, depois achei que já tinha perdido demasiado tempo da minha vida com aquela pessoa.

Até que este sábado a Margarida voltou. Voltou para dizer ao mundo: “Já não sou virgem”.
E eu só consegui pensar numa coisa: espero que alguém lhe tenha explicado bem como é que funciona o período, ou que o rapaz, pelo menos, o soubesse, só para daqui a uns meses não ter de ler outra revelação no Correio da Manhã: “Vou ser mamã”.

Para já, ela avisou… e cumpriu.

mmenezes

 

1 Comentário

  1. Basica ou não a verdade é que concordo com a Fushia…esperta foi ela que se aproveitou da própria idiotice e burrice e ainda ganhou uns trocos…sem fazer nada…

    Mas essa do periodo…benzo-me! Será que nunca estudou biologia na escola? por amor da santa…com a informação que há hoje em dia disponível como é possível alguém dessa idade não saber coisas tão…básicas?… ai ai… espero que não venha mesmo a notícia do "bébé"

  2. É básica, mas espertalhona. Tanta mulher a perder a virgindade em Portugal neste preciso momento e nenhuma delas vai vender a noticia. Não tenho nada a criticar em perder a virgindade aos 28, 40, ou 50. Mas esta Margarida é sonsa. Tanto bla bla e vai perder a virgindade com um ex namorado (one night stand, portanto) e a seguir mete implante nas mamas para "captar mais a atenção dos homens na discoteca onde trabalha" e remata com "comprou o anel da pureza." Ok.

  3. ham?
    "… As minhas amigas diziam-me que o pénis é suave como a pele dos golfinhos…."

    ham?
    minha nossa… falta de sexo durante anos deve originar problemas neurológicos de sensibilidade ao tacto… só pode!

  4. De qualquer forma apesar da rapidez, a miúda ainda conseguiu tirar dúvidas…Pode ser que tenham incidido sobre essas temas! Até porque grávida e trabalhar na noite ( até surja convite para mostrar o silicone numa qualquer revista) não combina lá muito bem.

  5. Gostei especialmente desta nova entrevista (pós-virgindade) onde a moça se sai com esta pérola:

    "As minhas amigas diziam-me que o pénis é suave como a pele dos golfinhos, e tinham razão. É muito macio e suave, e não me fez impressão".

    Quem é que vem dizer isto para as revistas?!