A discussão da mini-saia, agora em vídeo

34
7189

Depois da hilariante “polémica” de ontem, estive esta manhã, como é hábito às sextas-feiras, nas Manhãs da CMTV a discutir o assunto “mini-saia”. E para a coisa ter mais graça, levei a minha mulher.

Quem não conseguiu ver, veja agora.

34 Comentários

  1. Claramente, nem o Nuno Graciano nem a Maya tem o que e preciso para conduzirem uma entrevista, muito menos ser hosts de um programa. Nao tem quimica nenhuma, sempre as boquinhas um ao outro, “a menina” isto, “o menino” aquilo, ve-se a distancia que nao se dao por ai alem. Fazem perguntas, mas dao as respostas, reformulam e mudam de assunto, fazem observacoes a meio das perguntas e falam entre os dois como se nao estivesse la mais ninguem. Resulta numa entrevista que se nao e mal preparada, parece, e nao deixam falar os que la foram de proposito para serem entrevistados. Se ha pessoas com a vontade para conversar em publico, sao voces, mas essa duplinha irritante nao vos deixa nem abrir a boca para dizer uma frase completa. Mudem de programa, pleaseeee!

  2. O arrumadinho? Cá pra mim é mais o contentinho, que não lhe cabe um grão de arroz 🙂 Benza-o deus ! E o livre d´invejas, cruzes canhoto!

  3. Li todos os post’s sobre este assunto e acho muito absurdo o raio do comentário da nazaré ou quem seja, faz me lembrar as “velhotas” e não só do século passado, uma mulher quer fosse mãe, ou não, de mini saia, não podia sair á rua pois podia ser “confundida” com uma “pega” enfim…passando a outro assunto gostei do video e de ouvir as opiniões ,mas desculpem lá aquele comentário do Nuno Graciano podia ser escusado, pois nem todas as raparigas/senhoras baixas e gordas (tal como eu sou baixa e gorda) são as únicas “candidatas” á autoria desse comentário da suposta senhora, pois pode ser muito bem uma senhora super elegante bonita e alta, pois acho que seria justo e muito mais simpático da parte do apresentador ter guardado a opinião para si, pois foi de muito mau tom partir do principio que seria alguém com tais características!
    Tirando esse aparte gosto bastante dos dois e sigo frequentemente a pipoca e adoro todas as rubricas principalmente a “vai dar (quase) o mesmo” e a “A pipoca ajuda ou tenta” continuem assim fantásticos e maravilhosos como são =)

    ps: desculpem algum erro ou pontuação mal colocada =S

  4. Então o que se passou com a pipoca? Não me digam, que ela não se sente bem a falar em público? Nem construiu uma frase, quando o tema girava em torno dela, pois o post foi feito no seu blog, não no seu, assim ela deveria ter tido mais protagonismo, assim notou-se que não estava á vontade, tv não é o forte da pipoca.

  5. Pois, o grau de burrice que para aqui vai é imensa… 😉 só alguns génios como nós é que se iriam de lembrar de uma ideia brilhante como esta. Acreditam em tudo o que lêem. Coitados 😉

  6. Arrumadinho adorava se pudesses que comentasses esta notícia, tu que te intitulas um viciado em gadgets, pronto se calhar não é viciado o termo, mas pronto 😉 Se puderes comenta pleaseeeeeeeeeeee!

    Phubbing, a nova prática (anti) social

    Ir beber um copo ou jantar fora com os amigos é prática que não se perde em qualquer geração. Contudo, estes encontros são cada vez mais acompanhados pela tecnologia. Um smartphone novo, uma nova aplicação ou um e-mail engraçado são motivos suficientes para um tema de conversa, mas também são motivo para ignorar por completo os amigos.

    O normal hoje em dia é ver um grupo de amigos a olhar e a rir para um smartphone ou estar alguém a falar e haver uma pessoa completamente desligada da conversa por estar a ver as últimas actualizações das suas redes sociais. Até que ponto chegará esta prática?!

  7. Olá arrumadinho. Em primeiro lugar, devo dizer que gosto muito do teu blog (obviamente que não de todos os temas, mas entendo que é um blog bastante transversal e que pretende chegar a um universo mais abrangente).

    Em segundo lugar, quanto ao tema do post, a mini-saia, acho que o look da Ana está muito bem conseguido, elegante qb e adequado à idade dela e até ao estatuto de mãe. Está, se me permites a expressão, uma “hot mama”, mas não no sentido mais depreciativo do termo. Está uam “hot mama” com muita classe.

    Em relação ao programa, só tenho a apontar o facto de a Ana ter estado durante todo o tempo demasiado “apagada”. Foram poucos os comentários que fez (penso que a condução por parte do Nuno Graciano e da Maya também não ajudaram), e em termos de presença penso que esteve muito em segundo plano, o que é para mim um pouco estranho, visto que o assunto que causou a polémica são precisamente as suas opções de moda. Esperava um look mais interessante (não a mini-saia, obviamente) e mais opinião dela em relação ao assunto da maternidade e das suas opções de moda.

    Ironicamente, o look e a postura/pouca opinião acabaram por mostrar uma Ana muito “século XV”, precisamente aquilo que a tal leitora defende e que não acredito que a Ana seja.

    Abraços!

  8. Olá arrumadinho. Em primeiro lugar, devo dizer que gosto muito do teu blog (obviamente que não de todos os temas, mas entendo que é um blog bastante transversal e que pretende chegar a um universo mais abrangente).

    Em segundo lugar, quanto ao tema do post, a mini-saia, acho que o look da Ana está muito bem conseguido, elegante qb e adequado à idade dela e até ao estatuto de mãe. Está, se me permites a expressão, uma “hot mama”, mas não no sentido mais depreciativo do termo. Está uam “hot mama” com muita classe.

    Em relação ao programa, só tenho a apontar o facto de a Ana ter estado durante todo o tempo demasiado “apagada”. Foram poucos os comentários que fez (penso que a condução por parte do Nuno Graciano e da Maya também não ajudaram), e em termos de presença penso que esteve muito em segundo plano, o que é para mim um pouco estranho, visto que o assunto que causou a polémica são precisamente as suas opções de moda. Esperava um look mais interessante (não a mini-saia, obviamente) e mais opinião dela em relação ao assunto da maternidade e das suas opções de moda.

    Ironicamente, o look e a postura/pouca opinião acabaram por mostrar uma Ana muito “século XV”, precisamente aquilo que a tal leitora defende e que não acredito que a Ana seja.

    Abraços!

  9. As perguntas que a Maya faz do genero “fizeste o post no blog da Ana, foi?” isto só mostra que ela nao faz o trabalho de casa. Como é q ela vos faz uma entrevista sobre assuntos do blog e depois mostra de caras, q nem foi ao blog ver o texto que tinhas escrito? Por amor d deus.

  10. Ai aí a Dra Maia parecia um nadinha perdida em alguns momentos… Pareceu-me, pelo menos!!

    Beijinho e Felicidades

    Grande família! 🙂

  11. Olá Arrumadinho, adoro o teu blog.
    Aliás adoro a Pipoca tb. Linda de viver.Inteligente, culta, escreve bem, divertida, com um humor sensacional. Sou super mega fã dela.
    Adorei o teu texto e amei o programa, parabéns ao casal.

  12. Peço desculpa diacono remédios??? Não conheço… Obrigada pela ironia voçê é o melhor, continue, que vai bem. Please be my guest!
    Já que gosta tanto de ironizar, pesquise Nelo e Idalia, qualquer semelhança connvosco é mera coincidência. Obrigado Nelo

  13. Cara Alexandra. Aquilo que considera “dar destaque a comentários negativos”, eu considero fazer humor com eles, e, com isso, divertir os leitores. Acho que o objectivo foi alcançado, tendo em conta a reacção geral, que foi muito, muito positiva. Agora, obviamente, nem toda a gente entende o humor da mesma forma, nem toda a gente acha graça às mesmas coisas, e isso é universal. Compreendo e aceite que não goste deste tipo de posts, mas, como entenderá, muita gente gosta e acha graça. Ainda assim, em última instância, faria sempre aquilo que achasse mais adequado, e o que acho mais adequado, tendo em conta o grau dos comentários que foram feitos e que geraram o post, é usar a ironia e o sarcasmo para os comentar, daí tê-lo feito.

    Relativamente aos comentários positivos, bom, na verdade, não sei muito bem o que esperaria que fizesse. Que dissesse “obrigado” a todos? É que quando uma pessoa elogia um texto ou diz que concorda com o que eu escrevi o que é que eu posso acrescentar? Eu respondo aos comentários que acho que merecem um contra-ponto, algo que é dito e com o qual eu não concordo, ou acho que devo rectificar alguma coisa, e isso raramente acontece em comentários positivos – mas também acontece.

    Agora, acho, sobretudo, que não deve ler isto tudo tão a sério. É uma brincadeira, uma diversão, não um caso seríssimo. Acho que o humor serve também para isso, para se usar para a coisa não ganhar um tom sério, que não tem.

  14. E o marketing continua… Espero que vendam muitas e muitas mini-saias! Caramba que uma pessoa fica farta. Não há mais assunto para falar?Sou só eu que acha tão nítido que aproveitaram um post infeliz para fazer publicidade?

  15. Não perceb0 o festival, qual novela mexicana que fizeram em redor desta situação…com um comentário sem qualquer tipo de importância… Acho que tanto o arrumadinho como a pipoca, estão a descer o nível… Comentários cheios de sarcasmo, ridicularizam os leitores, mal ou bem a pessoa que comentou lê os vossos blogs… A pipoca também comenta e até de forma bastante agressiva certos looks, também opina! Assim não fiquem admirados quando chega a vossa vez. Acho que perderam toda a razão e não não gostei do seu comentário carregado ironia,sarcasmo e hipocrisia. Acho que já têm idade e formação se é que me faço entender, para terem juízo. Juízo meninos, Juízo.

  16. Concordo consigo. Porque dar tanta atenção aos comentários negativos?O facto desse tipo de posts trazer um nº maior de visitas aos blogues é capaz de ajudar a explicar…

  17. Olá olá. Já leio o blog da pipoca há algum tempo e este há um pouco menos, mas de qualquer forma quero apenas dizer que vos adoro aos dois, são lindos e fazem um casal muito bonito. Desejo-vos tudo de bom para vos ( Mateus incluído 🙂 ). E não liguem a esses comentários maldosos, vocês são o máximo! Continuem assim.

  18. Não tem a ver com o tema, mas já viste o The Newsroom? Para mim, a melhor série! (À exceção do Modern Family, mas é uma “situação” diferente.)

  19. Desculpa? “Um professor ir dar aulas de calções e de cavas? ” tens mil e uma situações para exemplificar. agora este exemplo..bahhh muito mau. Se falasses num bruto decote a soar ao indecente… a uma entrevista de emprego com calças rotas… sei lá.

    A imagem não dita o caráter, é certo.

    c.

  20. (Continuacao) hoje fizersm referencia aos nossos amigos animais e nao e k sai do veterinario as 6 da tarde com a noticia da nossa menina (Sasha Siberian Husky) ter um tumor no estomago! Pois como podem prever a minha casa esta em panico e dor pois se ela nao puder ser operada tera de ser posta a dormir o k esta a causar muita dor ao meu esposo e filhos principalmente ao mais velho que se chama Henrique (nome tb referido no video). Nunca nos conhecemos mas hoje as palavras pareciam dirigidas a mim como que por mensagem! Foi a primeira vez que te vi e a pipoca num video e posso te dizer que nao desapontaram! Devemos ter perto da mesma idade e voces parecem exactamente aquilo que eu pensava ser e muito parecidos a mim e ao meu esposo no k diz respeito a maneira de pensarmos na vida! Muitas vezes fazes-me rir com o sarcasmo e comentários engracados no teu blogue! Continuem o bom trabalho!
    Peco desculpa pelos acentos na minha mensagem mas eu vivo no reino Unido (mais propriamente Inglaterra) e aqui os teclados nao os tem 🙂

  21. Hoje cedo comentei o post da mini saia! Agora vi o video e em tudo dito, nao podia ser mais apropriado! Parece quase que falavam para mim! Pois e, alem de concordar com tudo o k diziam das mini saias hoje pois eu tb fui criticada por usar mini saia depois de ter tido os meus filhos, hoje falaram dos n

  22. Bem, devo ser a única que não acha que isto tem piada…mas vou dar a minha opinião na mesma, ainda não pago imposto por isso.
    Já há uns tempos, anos, que acompanho os dois blogs, o seu e o da pipoca. E estes posts, como o que escreveu sobre o tópico mini-saia no outro dia, deixam-me triste…não percebo porque é que, de todos os comentários positivos que as pessoas escrevem, só os comentários negativos merecem destaque. é verdade que as pessoas se põem a jeito com os comentários que fazem, não digo que não! E tambem é verdade que muitos dos comentários deixados no post da pipoca, em que mostrou as “malfadadas” fotos da mini-saia, são deixados só naquela do “mete-nojo”, pessoas que não gostam do arrumadinho nem da pipoca, não se sabe bem porquê, e que dizem mal apenas porque sim.
    O que me entristece é ver o destaque que esses comentários merecem. Entristece-me ver que o arrumadinho e a pipoca perdem tempo a escrever posts sobre esses comentários…não seria tempo mais bem gasto se falassem antes dos comentários positivos?
    Entristece-me e irrita-me e, confesso, dá-me vontade de deixar de os ler…e não é a primeira vez.
    Quem escreve um blog tambem se põe a jeito…vocês expõem a vossa opinião, dizem o que pensam, mostram o que vestem, o que comem. As pessoas estão no seu direito de vir cá dizer que vocês não prestam – se têm razões para isso ou não, isso é outra conversa, mas o direito assiste-lhes.
    Eu leio vários blogs assiduamente. Blogs americanos, blogs ingleses, um sul-africano, um australiano, e também vejo comentadores maldosos nesses blogs. Não vejo é os autores a escrevem posts inteiros sobre os comentários dos comentadores maldosos – isto vejo apenas em blogues portugueses…
    Não sei se este meu comentário vai ser publicado, sequer lido, mas gostava que, de futuro, escrevessem mais posts a agradecer à “Maria”, que disse que a pipoca estava com um corpo de invejar apesar de ter sido mãe há 2 meses do que à “Nazare”, que usou o blog como bode expiatório para o péssimo dia que estava a ter…

DEIXE UMA RESPOSTA